Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

domingo, 23 de outubro de 2011

Festa do Santo nome de Maria


Foi imposto este nome à Senhora não casualmente ou por arbítrio humano, senão (como dizem os Santos) por disposição divina e instinto do Espírito Santo; e por ventura foi anunciado à S. Ana por algum Anjo, como foi o do Precursor a seu pai Zacarias. Considera, pois, neste nome, as suas significações.
Quanto às significações, tocaremos só em três das mais principais. A primeira é que Maria, na língua Síria (que era a mais usada naquele tempo em Palestina), quer dizer Senhora. O que bem quadra este nome à Virgem, pois é Senhora absoluta, soberana e pacífica de todas as criaturas no Céu, na terra e debaixo da terra! Os mais sublimes Serafins, aquelas essências mais puras, que servem de lugares à presença de Deus, iluminam, reconhecem, e adoram a esta Princesa; as nações, os reinos e os impérios dependem do seu aceno e favor, tremem da sua ausência e desvio.
Outra significação do nome MARIA na língua hebraica é Estrela do mar; e com este apelido a invoca a Igreja: Ave Maris Stella. Também lhe vem mui próprio, por estrela, e estrela do mar. Por estrela primeiramente: porque a estrela, sem diminuição sua, nos produz o raio luminoso e a Virgem, permanecendo Virgem, nos gerou Cristo, que é luz do mundo. Além disso, porque as estrelas presidem às trevas da noite; e a Virgem é refúgio de pecadores, em que ainda não reina o Sol da graça.
A terceira significação, e de todas a mais própria e digna, é, conforme diz S. Ambrósio, MARIA, isto é, Deus da minha geração. Ó imensa glória! Ó altíssima dignidade! Ó ventura imponderável! Senhora, Deus de vossa geração! O que tudo criou ser de ti gerado! O que gerou o Eterno Pai ab æterno, antes de todos os séculos, nos geraste por obra do Espírito Santo, no meio dos séculos! Maravilhosa definição encerram cinco só letras do nome MARIA; idest Deus ex genere meo.
Pe. Manuel Bernardes
(Fonte: Evangelho Quotidiano)
SALVE MARIA!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

ORAÇÃO MARIANA DO SÉCULO III


Sob a tua proteção nos refugiamos.
santa Mãe de Deus!
Não desprezeis as nossas súplicas
em nossas dificuldades;
Mas livra-nos sempre de todos os perigos,
ó Virgem gloriosa e bendita.



Em 1917 a Biblioteca John Ryland, de Manchester (Inglaterra), adquiriu no Egito um pequeno fragmento de papiro de 18 x 9,4 cm, que foi catalogado como Ryl. III, 470. Esse papiro apresenta uma oração mariana de grande importância tanto por seus dizeres como por sua data.
TEXTO COMPLETO: http://www.adf.org.br/home/2011/03/nossa-senhora-ja-era-venerada-desde-o-principio-do-cristianismo/
site: ASSOCIAÇÃO DEVOTOS DE FÁTIMA

sábado, 15 de outubro de 2011

Ato de Reparação ao Imaculado Coração de Maria

Oh! Imaculado Coração de Maria, traspassado de dor pelas injúrias com que os pecadores ultrajam vosso Santíssimo nome e vossas excelsas prerrogativas! 
Aqui tendes, prostrado a vossos pés, um indigno filho vosso que, agoniado pelo peso de suas próprias culpas, vem arrependido e choroso, e com animo de ressarcir as injúrias que, a modo de penetrantes flechas, dirigem contra Vós homens insolentes e malvados. 
Desejo reparar, com este ato de amor e consagração que faço diante de vosso amantíssimo Coração, todas as blasfêmias que se lançam contra vosso augusto nome, todos os agravos que se inferem a vossas excelsas prerrogativas e todas as ingratidões com que os homens correspondem a vosso maternal amor e inesgotável misericórdia. 
Aceitai,Oh! Coração Imaculado!, esta pequena demonstração de meu filial carinho e justo reconhecimento, junto com o firme propósito que faço de ser-vos fiel daqui a adiante, de sair para defender vossa honra quando a veja ultrajada e de propagar vosso culto e vossas glórias. 
Concedei-me, Oh! Coração amabilíssimo!, que viva e cresça incessantemente em vosso santo amor, até vê-lo consumado na glória. Amém. 
Rezar três Ave-Marias em honra do poder, sabedoria e misericórdia do Imaculado Coração de Maria, menosprezado pelos homens. 
Oh! Coração Imaculado de Maria, compadecei-vos de nós! 
Refúgio dos pecadores, rogai por nós. 
Oh! doce Coração de Maria, sede a minha salvação!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Nossa Senhora da Conceição Imaculada Aparecida

Com muita alegria nós, brasileiros, lembramos e celebramos solenemente o dia da Protetora da Igreja e das famílias brasileiras: Nossa Senhora da Conceição Aparecida.
A história de Nossa Senhora da Conceição Aparecida tem seu início pelos meados de 1717, quando chegou a notícia de que o Conde de Assumar, D. Pedro de Almeida e Portugal, Governador da Província de São Paulo e Minas Gerais, iria passar pela Vila de Guaratinguetá, a caminho de Vila Rica, hoje cidade de Ouro Preto (MG).
Convocados pela Câmara de Guaratinguetá, os pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves saíram à procura de peixes no Rio Paraíba. Desceram o rio e nada conseguiram.
Depois de muitas tentativas sem sucesso, chegaram ao Porto Itaguaçu, onde lançaram as redes e apanharam uma imagem sem a cabeça, logo após, lançaram as redes outra vez e apanharam a cabeça, em seguida lançaram novamente as redes e desta vez abundantes peixes encheram a rede.
A imagem ficou com Filipe, durante anos, até que presenteou seu filho, o qual usando de amor à Virgem fez um oratório simples, onde passou a se reunir com os familiares e vizinhos, para receber todos os sábados as graças do Senhor por Maria. A fama dos poderes extraordinários de Nossa Senhora foi se espalhando pelas regiões do Brasil.
Por volta de 1734, o Vigário de Guaratinguetá construiu uma Capela no alto do Morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública em 26 de julho de 1745. Mas o número de fiéis aumentava e, em 1834, foi iniciada a construção de uma igreja maior (atual Basílica Velha).
No ano de 1894, chegou a Aparecida um grupo de padres e irmãos da Congregação dos Missionários Redentoristas, para trabalhar no atendimento aos romeiros que acorriam aos pés da Virgem Maria para rezar com a Senhora "Aparecida" das águas.
O Papa Pio X em 1904 deu ordem para coroar a imagem de modo solene. No dia 29 de abril de 1908, a igreja recebeu o título de Basílica Menor. Grande acontecimento, e até central para a nossa devoção à Virgem, foi quando em 1929 o Papa Pio XI declarou Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil, com estes objetivos: o bem espiritual do povo e o aumento cada vez maior de devotos à Imaculada Mãe de Deus.
Em 1967, completando-se 250 anos da devoção, o Papa Paulo VI ofereceu ao Santuário de Aparecida a Rosa de Ouro, reconhecendo a importância do Santuário e estimulando o culto à Mãe de Deus.
Com o passar do tempo, a devoção a Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi crescendo e o número de romeiros foi aumentando cada vez mais. A primeira Basílica tornou-se pequena. Era necessária a construção de outro templo, bem maior, que pudesse acomodar tantos romeiros. Por iniciativa dos missionários Redentoristas e dos Senhores Bispos, teve início, em 11 de novembro de 1955, a construção de uma outra igreja, a atual Basílica Nova. Em 1980, ainda em construção, foi consagrada pelo Papa João Paulo ll e recebeu o título de Basílica Menor. Em 1984, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) declarou oficialmente a Basílica de Aparecida Santuário Nacional, sendo o "maior Santuário Mariano do mundo".

Nossa Senhora da Conceição Aparecida, rogai por nós!



fonte: http://www.cancaonova.com

domingo, 9 de outubro de 2011

Atentado à imagem: O dia em que a imagem da Padroeira quebrou


Nossa Senhora se partiu em 200 pequenos pedaços em maio de 1978, mas restauração é classificada como milagre
Luciana Mendes
Aparecida

A frágil imagem de Nossa Senhora Aparecida, que há 288 anos foi encontrada no rio Paraíba e hoje é visitada anualmente por 8 milhões de romeiros, foi quase totalmente destruída em maio de 1978, quando se partiu em 200 pedaços após ter sido derrubada no chão por um jovem que queria roubá-la.

O atentado, que teve repercussão nacional, encheu de tristeza os devotos da santa em todo o país. O que eles não esperavam, entretanto, é que o episódio daria origem a mais uma história de fé à Padroeira.

O caso está documentado no CDM (Centro de Documentação e Memória), que funciona na torre da Basílica, aberto apenas a religiosos e pesquisadores (leia texto nesta página).

Segundo a administração do Santuário Nacional, a imagem foi quebrada por Rogério de Oliveira, que tinha 19 anos à época. Ele agarrou a imagem e tentou fugir e na fuga caiu sobre a santa. Oliveira foi preso, mas por apresentar problemas mentais foi liberado.

TRABALHO - O trabalho de restauração da imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encomendado à artista plástica e restauradora Maria Helena Chartuni. Foram 33 dias de trabalho intenso, que resultaram, não só no encaixe perfeito dos pequenos pedaços de barro, mas também na conversão de Maria Helena, que se transformou em devota da santa.
Inicialmente os padres da Basílica Velha, local onde a santa estava à época, cogitaram enviar os pedaços da imagem para o Vaticano, para que o trabalho de restauração fosse feito por artistas europeus.

Sabendo da intenção do envio da imagem para Roma, alguns especialistas informaram à direção da igreja que o Masp (Museu de Arte de São Paulo) dispunha de profissionais competentes para o trabalho de restauro.

Os padres confiaram o serviço a Maria Helena, que fez o restauro gratuitamente, e ficaram impressionados como resultado.

Primeiramente ela conseguiu recompor 165 pedaços, que eram bem pequenos. O restante, quase transformado em pó, foi juntado com cola epoxi usada na restauração e colocado no interior da imagem para ter o máximo possível de matéria original.

A maior dificuldade foi a reconstrução da cabeça da santa, que estava destruída e quase não se podiam identificar os pedaços.

Segundo Maria Helena, enquanto ela recuperava a imagem, feita em terracota (barro cozido), a santa recuperava sua fé.

A restauradora afirmou que se sentiu uma pessoa privilegiada por ter sido escolhida para fazer a restauração da santa que tocava o coração e a alma de milhares de pessoas.

MILAGRE - "Enquanto ela era reconstituída fisicamente por mim, eu era reconstituída espiritualmente por ela, foi uma relação profunda e inexplicável, que eu chamo de milagre", disse a restauradora.

Atualmente Maria Helena faz a limpeza da imagem, uma vez por ano. Ela é a única pessoa autorizada pela igreja para fazer a limpeza na santa.

Manoel Ignácio de Moraes, responsável pelo acervo histórico e cultural da Basílica Nacional de Aparecida, que na época acompanhou o restauro, disse que todos os religiosos e fiéis ficaram impressionados com o resultado da recuperação da imagem.

"Foram momentos de ansiedade, porque para aquele trabalho era necessário um profissional excepcional, mas graças à santa e ao trabalho da restauradora, a imagem foi totalmente recuperada", disse.


Fonte:  http://romeirodeaparecida.webnode.com/news/atentado%20%C3%A0%20imagem/#.TpIQMmgkCsg.blogger