Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Os Papas – 2ª Parte - Do Papa São Vitor ao Papa São Marcelo I (189 a 309)

014 - Papa São Vitor I (189-199) -  Estabeleceu que qualquer tipo de água, quer seja de um rio, mar ou outras fontes, pode ser utilizada no batismo, no caso de faltar água benta. Outra contribuição importante foi que Vítor tomou partido do estabelecimento do domingo (em substituição do sábado) como dia sagrado, em memória da ressurreição de Jesus Cristo, determinando que a Páscoa seria celebrada sempre neste dia da semana. É também sua a decisão de realizar as missas em latim em vez de grego. Mártir


015 - Papa São Zefirino (199-217) - Estabeleceu que os fiéis católicos, depois dos 14 anos, comungassem, pelo menos na ocasião da Festa da Páscoa. Determinou o uso da patena e dos cálices sagrados, até então confeccionados em madeira, que deveriam ser feitos ao menos de vidro. Mártir

016 - Papa São Calisto I (217-222) - Foi um jovem escravo. Calisto combateu energeticamente o monarquismo trinitário contra Práxeas e Sabélio.  Mártir

017 - Papa São Urbano I (222-230) - Estabeleceu que os vasos sagrados fossem de prata. Determinou que as esmolas e os legados ofertados à Igreja fossem aplicados exclusivamente no sustento dos pobres e do culto divino. Mártir : Após sofrer duros ultrajes e açoites foi degolado. 

018 - Papa São Ponciano (230-235) - Foi exilado pelo imperador Maximino Trácio para a Sardenha onde renunciou no dia 25 ou 28 de Setembro de 235,  para permitir à Igreja eleger outro líder que estivesse presente em Roma. Ordenou o canto dos salmos nas igrejas, prescreveu o "Confiteor", antes da missa e introduziu a fórmula "Dominus vobiscum".  Mártir

019 - Papa São Antero (235-236) - Foi papa por apenas um mês e dez dias. Mártir

020 - Papa São Fabiano (236-250) -  A primeira expedição de missionários às Gálias (hoje França e Bélgica) é atribuída a este Papa. Mártir: Relatado por São Cipriano: http://espelhodejustica.blogspot.com.br/2012/12/s-cipriano-de-cartago-sec-ii-martirio.html 

021 - Papa São Cornélio (251-253) -  Convocou um sínodo (Concílio de Cartago) reafirmando como o legítimo Papa, anatemizou o novacianismo. Era conhecido como o Pai dos Pobres.  Mártir: Intensos tormentos, fadigas e penúrias antes de ser decapitado.

022 - Papa São Lúcio I (253-254) -  Prescreveu importantes  normas canônicas, dentre as quais a proibição  referente à convivência de clérigos e mulheres religiosas em habitação comum, o que era usual na época.  Estendeu, da mesma forma,  o veto aos leigos, julgando não ser conveniente aos católicos este tipo de convivência, salvo se as  pessoas do sexo oposto fossem familiares ou de parentesco muito próximo.  Decretou também que o Papa, em suas viagens apostólicas,  deveria estar acompanhado de no mínimo, três diáconos e  pelo menos dois sacerdotes. Seu pontificado durou apenas  oito meses. Mártir

023- Papa São Estéfano I (254-257) - Empenhou-se valorosamente no sentido de  extirpar a chama da heresia,  defendendo em primeiro lugar os sagrados cânones e as orações para culto divino. Mártir: Degolado sobre a cadeira pontifical após celebrar a Missa.

024- Papa São Sixto II (257-258) - Efetuou o translado dos restos de São Pedro e São Paulo. MártirDecapitado enquanto consagrava o pão.

025- Papa São Dionísio (260-268) - Coube a tarefa de reorganizar a Igreja após as violentas perseguições.

026- Papa São Félix I (269-274) -  Iniciou o sepultamento dos mártires sob o altar e a celebração da missa sobre seu túmulos. Mártir

027- Papa São Eutiquiano (275-283)
 - Ordenou que os mártires fossem cobertos pela "dalmática". Instituiu a bênção da colheita nos campos.

028- Papa São Caio (283-296) - Decretou que, antes que alguém pudesse assumir a posição de bispo, deveria ser ostiário, leitor, exorcista, acólito, sub-diácono,diácono e padre.

029- Papa São Marcelino (296-304) - Sob o seu pontificado, surgiu o primeiro país cristão, a Armênia. 

030- Papa São Marcelo I (308-309) - Reorganizou  a Igreja após período de perseguições. Subdividiu o território metropolitano em 25 paróquias, à chefia dos quais era posto um presbítero que presidia a preparação dos catecúmenos, o batismo, a administração das penitências, as celebrações litúrgicas e o cuidado dos locais de sepultura e de memória.


- Os Papas – 2ª Parte – De São Vitor a São Marcelo I (189 a 309)
- Os Papas – 8ª Parte – Do Papa Lando ao Papa Silvestre II (913 a 1003)

Nenhum comentário:

Postar um comentário