Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Alguns grandes nomes da ciência medieval

Santo Alberto Magno, St Dominic, Londres
Alberto Magno (1193-1280), o Doutor Universal, foi o principal representante da tradição filosófica dos dominicanos.

Além disso, é um dos trinta e três Santos da Igreja Católica com o título de Doutor da Igreja.

Tornou-se famoso por seu vasto conhecimento e por sua defesa da coexistência pacífica da ciência com a religião.


segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Pe. Garrigou-Lagrange - A Missa e a morte

Podemos aprofundar-nos, de modo abstrato e especulativo, na doutrina cristã e católica do sacrifício da missa; igualmente, podemos fazê-lo de modo concreto e vivido, unindo-se à oblação do Salvador de forma pessoal e, mais particularmente, fazendo por antecipação o sacrifício da própria vida, para obter a graça de uma morte santa.
 * * *

Mais que ninguém, Maria associa-se ao sacrifício de seu Filho, participando de todos os seus sofrimentos, na medida de seu amor por Ele.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Do gênesis ao Natal

Da criação do mundo, quando no princípio Deus criou o céu e a terra, 5.199 (cinco mil cento e noventa e nove) anos; do dilúvio, 2.957 (dois mil novecentos e cinquenta e sete) anos; do nascimento de Abraão, 2.015 (dois mil e quinze) anos; do ano em que David foi ungido Rei, 1.032 (mile trinta e dois) anos; na sexagésima quinta semana, segundo profecia de Daniel; olimpíada cento e noventa e quatro; 752 (setecentos e cinquenta e dois) anos da fundação de Roma; aos 42 (quarenta e dois) anos do império de Octaviano Augusto, na sexta idade do mundo. (Martirológio Romano)

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Santo Agostinho - Deus é inefável

O que és, portanto, meu Deus? O que és, pergunto eu, senão o Senhor meu Deus? "Quem é, pois, senhor, senão o Senhor? ou quem é deus, senão nosso Deus? Ó altíssimo, infinitamente bom, poderosíssimo, antes todo-poderoso, misericordiosíssimo, justíssimo, ocultíssimo, presentíssimo, belíssimo e fortíssimo, estável e incompreensível, imutável que tudo muda, nunca novo e nunca antigo, tudo inovando, conduzindo à decrepitude os soberbos, sem que disto se apercebam, sempre

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

A tristeza por São Francisco de Sales

Que a tristeza é quase inútil, antes contrária, ao serviço do santo amor

Não se pode meter um enxerto de carvalho numa pereira, tanto essas duas árvores são de humor contrário uma à outra; tão pouco se poderia enxertar a ira, nem a cólera, nem o desespero, na caridade, ao menos seria muito difícil. Quanto à ira, vimo-la no discurso do zelo; quanto ao desespero, a não ser que o reduzamos à justa desconfiança de nós mesmos, ou então ao sentimento que devemos ter da vaidade, fraqueza e inconstância dos favores, assistência e promessas do mundo, não vejo que serviço pode o divino amor tirar dele.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Santo Tomás de Aquino entrega sua alma a Deus com um ato de fidelidade e submissão à Santa Igreja

 

São Tomás de Aquino esmaga os heréticos, Benozzo Gozzoli
Santo Tomás de Aquino esmaga
os heréticos, Benozzo Gozzoli

O santo faleceu a 7 de março 1274 no convento cisterciense de Fossanova, Itália, onde parou para se recuperar de um acidente sofrido durante viagem para o Concílio de Lyon.
No livro intitulado “S. Tommaso d’Aquino”, lemos os seguintes dados relativos aos últimos momentos do Doutor Angélico.
“Devido à fraqueza que o dominava, não podia mais acompanhar a comunidade nos ofícios religiosos na capela. Pediu ardentemente para receber o Viático e a comunhão”.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Tomás responde: O cisma é um pecado especial?

Iluminura do séc. XIV onde Dante vê, horrorizado, os semeadores de escândalo e cismáticos percorrendo a vala onde, a cada volta, são cortados ao meio por um diabo
Parece que o cisma não é um pecado especial:
1. Com efeito, diz o papa Pelágio, o cismo “soa a ruptura”. Ora, todo pecado causa uma ruptura. Está escrito em Isaías (59,2): “Vossos pecados vos dividiram de vosso Deus”. Logo, o cisma não é um pecado especial.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

O governo das almas - São Gregório Magno

Não assumam a responsabilidade do governo das almas aqueles que não colocam em prática na própria vida o que aprenderam com o estudo.

Há alguns que aprofundam, com muita atenção, o s ensinamentos do Espírito, mas depois pisoteiam, com a própria conduta de vida, o que conseguem compreender com a inteligência; e ei-los facilmente ensinando o que aprenderam com o estudo, mas não com a prática. O que pregam com as suas palavras, contradizem com as ações. Assim acontece que, quando um pastor caminha por

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Idade Média: no início analfabetismo geral; no fim triunfo das Universidades

O esforço intelectual realizado pela Idade Média foi imenso. Para que se possa avaliar o que, em matéria intelectual, a Europa realizou durante a Idade Média, basta comparar a situação cultural em que ela se encontrava no início e no fim desse período histórico.

Barbarie e analfabetismo eram generalizados no inicio da Idade Média na Europa

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

A TOMADA DE JERUSALÉM, segundo J. F. Michaud, História das Cruzadas, vol II.


A TOMADA DE JERUSALÉM

Ninguém conseguiu dormir naquela noite, passada em Anathot. Um eclipse de lua espalhou de repente as trevas mais densas. A lua mostrou-se depois, como encoberta por um véu ensangüentado e os peregrinos foram tomados de terror, mas os que conheciam a marcha e os movimentos dos astros — diz Alberto D'Aix — tranqüilizaram os companheiros, dizendo-lhes que um eclipse do sol teria sido muito mais funesto para os cristãos, mas que um eclipse da luz anunciava a destruição dos infiéis.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Os 12 dias do Natal

Música ensina, por meio de metáforas, a respeito do nascimento do Divino Menino Jesus, sua vida, paixão e morte.
Roger Vargas


Aproxima-se o Natal. Há mais de dois mil anos nascia o Salvador dos homens. Depois da Páscoa da Ressurreição, essa é a festa mais importante para toda a Cristandade. Nesses mais de 2000 Natais da História, quantos fatos e exemplos memoráveis se deram. Seria necessária uma grande coletânea de livros para narrar tantos acontecimentos desde o primeiro Natal — a Natividade por excelência —, passando pelos Natais durante a perseguição romana e as abençoadas comemorações natalinas da Idade Média. Avançando na História, por fim chegaríamos ao século XXI, reconhecendo (com quanta dor!) que o verdadeiro significado do Natal foi sendo deformado e dessacralizado.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Urs von Balthasar, o pai da apostasia ecumênica

Julho 12, 2009 escrito por admin

Chegou a vez de outro representante da "nova teologia", hoje exaltado como "pedra angular da Igreja" (J. Meinvielle), o ex-jesuíta suíco Urs von Balthasar. Se Maurice Blondel encarna o tipo do filósofo modernista e apologeta, se Henri de Luba é o tipo do teólogo modernista, Urs von Balthasar encarna o aspecto pseudomístico e ecumenista do modernismo.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Do ORKUT ao FACEBOOK

Dom Lourenço Fleichman

Há alguns anos, após tecer algumas considerações sobre o fenômeno do Orkut, primeira "rede social" a se espalhar de modo universal, atingindo particularmente o Brasil, lancei uma campanha aconselhando ao leitor apagar sua conta naquele sistema de escravidão. Os e-mails recebidos na época indicaram cerca de 150 pessoas que tomaram a iniciativa de apagar sua conta e de escrever à Permanência comunicando este fato.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

O inferno visto por Santa Francisca Romana

Santa Francisca Romana
“Lembra-te dos teus novíssimos e não pecarás” (Ecl. 7,40) — recomenda a Sagrada Escritura. Os novíssimos do homem são as últimas coisas que a ele ocorrerão, ou seja, a morte, o juízo particular, o Céu, o inferno, o purgatório, o fim do mundo, a ressurreição dos mortos e o juízo final.

A 9 de março a Igreja comemora a festa de uma grande santa, cuja vida foi marcada por extraordinárias visões que teve do Céu, purgatório e inferno, bem como a ação dos anjos e dos demônios neste mundo. Trata-se de Santa Francisca Romana.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

La Salette e Padre Pio: Lamentações e advertências do Céu para o mau clero

Luis Dafaur


“Sim, os sacerdotes atraem a vingança e a vingança
 paira sobre suas cabeças. 
Ai dos sacerdotes e das
pessoas consagradas a Deus, 
que pela sua infidelidade
e má vida crucificam de novo meu Filho!”
O Segredo de La Salette – hoje inteiramente tornado público – contém advertências para o clero relaxado no cumprimento de seus deveres.

Naquele remoto ano de 1846, falando do clero de má conduta da época e dos tempos vindouros, Nossa Senhora não poupou expressões severas.

Mas nem por isso suas palavras foram menos verdadeiras. Não poderia, aliás, ser de outro modo, uma vez que provindas da Mãe de Deus:


quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

O Deus na caverna


Por Gilbert Keith Chesterton
Tradução de Lourival Cunha
Capítulo do Livro Homem Eterno (The Everlasting Man)*


Este esboço da história humana começou em uma caverna: a ciência popular associou o conceito de caverna ao de cavernícola. Nas cavernas descobriram-se desenhos arcaicos de animais. A segunda metade da história humana, que equivale a uma nova criação do mundo, começa, também, numa caverna. E para que a semelhança seja maior, também existem animais nesta caverna. Porque se trata de uma cova usada como estábulo pelos montanheses que habitavam as terras altas dos arredores de Belém e que, ainda hoje, recolhem ao cair da noite, seus gados a esses lugares. A ela chegou, uma noite, um casal sem lar, que teve de compartilhar, com as bestas, daquele refugio subterrâneo, depois que todas as portas das casas da povoação se lhe fecharam, surdas às suas súplicas.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

POEMAS MAIORES DE SÃO JOÃO DA CRUZ

CÂNTICO ESPIRITUAL  – poesia

I
Onde é que te escondeste,
Amado, e me deixaste com gemido?
Como o cervo fugiste,
Havendo‑me ferido;
Saí, por ti clamando, e eras já ido.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

O sentido cristão da história

Apresentação
 Pe. João Batista de Almeida Prado Ferraz Costa
Com prazer apresentamos aos leitores de língua portuguesa a nossa tradução (ao que nos consta inédita no Brasil) do importante e sempre atual texto de Dom Prosper Guéranger O sentido cristão da história. Dom Guéranger (1805-1875) foi um célebre religioso beneditino francês, restaurador da Ordem de São Bento na França após a Revolução Francesa e abade da famosa Abadia de Solesmes. Sua formação intelectual desenvolveu-se sob a influência dos escritores católicos tradicionalistas e românticos do século XIX, merecendo especial menção Felicite de La Mennais (o primeiro La Mennais) e Chateaubriand.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Reconquistemos a liberdade e aboli a religião de Cristo

Era uma noite sombria; um céu sem estrelas pesava sobre a terra, como uma cobertura de mármore negro sobre um túmulo.
E nada perturbava o silêncio dessa noite, salvo um barulho estranho, como de um leve bater de asas, que de vez em quando era ouvido acima dos campos e das cidades.
E então as trevas se tornaram espessas, e todos sentiram sua alma se apertar e o frisson correr em suas veias.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Nossa Senhora de Loreto, Padroeira dos aviadores

Segundo piedosa tradição, a Santa Casa onde se deu a Encarnação do Verbo e viveu a Sagrada Família deslocou-se pelos ares no século XIII, da Terra Santa até a Itália, para não cair nas mãos dos maometanos. Milagres confirmam a autenticidade dessa preciosa relíquia

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

PADRE ANTÔNIO VIEIRA: SERMÃO DO NASCIMENTO DA MÃE DE DEUS - COMPLETO


SERMÃO DO NASCIMENTO DA VIRGEM MARIA
DEBAIXO DA INVOCAÇÃO DE N.
SENHORA DA LUZ,
TÍTULO DA IGREJA E COLÉGIO DA
COMPANHIA DE JESUS,
NA CIDADE DE S. LUÍS DO MARANHÃO.
ANO DE 1657
De qua natus est Jesus.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

A ORDEM NATURAL E A ORDEM SOBRENATURAL

ORDEM natural e sobrenatural

“Nossa vida transcorrendo nas duas ordens, natural e sobrenatural, interpenetradas em cada instante, e sendo elas como vimos no artigo anterior, tão contrastadamente constituídas, é de se esperar que freqüentemente surjam situações conflitantes em que a alma religiosa pode esquecer a fulgurante e maravilhosa descoberta da infinita prevalência da ordem da salvação e da graça sobre a ordem natural das atividades humanas.

Meu Deus, como poderemos contestar a superioridade da vida eterna e da eterna felicidade na luz da glória e na terra dos ressuscitados, com os peregrinos e efêmeros sucessos deste sopro que ontem nos tirou do nada e amanhã nos deixará no mesmo pó de onde viemos? Posto o problema nesses termos — e as almas de eleição são marcadas pela heróica opção que assim coloca a problemática da vida — nada mais teríamos a acrescentar. O critério da alma religiosa deve ser o critério dos santos, o critério do Nosso Senhor Jesus Cristo.”                         

Gustavo Corção, «O Globo, 13.8,77,  rep. «Permanência». (org.br)

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Cardeal Mindszenty, vítima do comunismo

O Cardenal Mindszenty no banco dos réus,
durante o pantomímico processo comunista
em 1949
O glorioso Cardeal Josef Mindszenty, Arcebispo-Príncipe de Esztergom e Primaz Regente da Hungria foi objeto de plena reabilitação legal, moral e política por meio de lei aprovada pelo Parlamento de Budapest e um acórdão da Suprema Corte magiar. 

Ambos Poderes reconheceram a inteira inocência do Primaz e declararam destituídas de qualquer valor legal as acusações forjadas pela persecução comunista.

O Cardeal Mindszenty foi preso pelo regime comunista em 1948.


terça-feira, 11 de novembro de 2014

Judas Iscariotes e São Pedro

Judas não se tornou Apóstolo por vontade própria, mas pela Vontade de Cristo: “Não fui Eu que vos escolhi a vós doze? No entanto, um de vós é um demônio” (Jo 6, 70).
A prisão de Cristo — Duccio di Buoninsegna (1308-11),
Museu da Obra, Catedral de Siena (Itália)
Caiu-me recentemente nas mãos um opúsculo intitulado Judas Iscariotes1. O personagem é muito conhecido e dispensa apresentações. A Semana Santa é a ocasião ideal para meditar sobre sua infame traição.
Pode ser que o leitor já se tenha deparado com algum Judas pelo caminho, ainda que revestido de outro nome. O caráter do traidor, porém, é sempre o mesmo, e a descrição desse caráter é que torna atraente o opúsculo que li e que desejo pôr em comum com o leitor. O contraste com o Iscariotes põe em realce também o modo de agir infinitamente santo de Nosso Senhor Jesus Cristo, contendo mistérios insondáveis para nós, criaturas de inteligência limitada. Feitas essas rápidas considerações, passo diretamente às citações2.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Uma visita ao santuário de Czestochowa

Nossa Senhora de Jasna Gora (Montanha Clara), a Padroeira da Polônia, Rainha e Mãe do povo polonês, protege esse país profundamente católico. Uma história de resistência, luta e vitória.
Valdis Grinsteins
 “Desejaria conhecer o santuário de Nossa Senhora da Montanha Clara, em Czestochowa? Poderemos ir lá hoje à tarde”. Foi o convite que me fez um amigo polonês. Não poderia vir em melhor momento. Aceitei-o agradecido, aproveitando a oportunidade para esclarecer com meu amigo algumas dúvidas históricas sobre a imagem.

O outono europeu tem algo de conto de fadas. A natureza apresenta misturados todos os tons de verde, amarelo e até vermelho,

sábado, 8 de novembro de 2014

O Genocídio da Armênia


Às portas do século XX, o mundo viu renascer as hostilidades do islamismo contra a religião e a civilização cristã. Por ocasião da Primeira Guerra Mundial, o Império Otomano lançou-se furioso contra a população da Armênia, num episódio hoje largamente considerado como Genocídio, o primeiro do século XX. Deportações, destruições de igrejas, conversões forçadas ao islamismo e o sistemático massacre de homens, mulheres e crianças, foram marcas do holocausto armênio, cujo número de vítimas se estima em mais de um milhão.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Decisiva derrota de Napoleão na Rússia

Talvez nenhuma derrota tenha sido tão humilhante quanto a do exército de Napoleão Bonaparte na Rússia dos czares. Episódios históricos pouco divulgados são descritos pelo Conde de Ségur, testemunha ocular.
Napoleão recebe más notícias em Moscou
A Revolução Francesa de 1789 – com seu lema Liberdade, Igualdade, Fraternidade, com seu hino-símbolo Marseillaise, com o rio de sangue que fez correr a fim de obter a demolição da antiga ordem social e política – tinha em vista espalhar para todo o universo o tipo de sociedade igualitária e anticristã que gerou.
Porém, dez anos ainda não haviam transcorrido desde a queda da Bastilha, marco inicial do dilúvio revolucionário que se abateu sobre a França, e já o povo dava mostras inequívocas de estar assustado com tanto sangue e perseguição, cansado de tanta demagogia. Anseios pela volta do Antigo Regime começavam a florescer nas almas, e a possibilidade de um retorno à monarquia dos Bourbons era visto pelas hostes revolucionárias como um temível risco.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Os santos Mártires de Gorkum Vítimas do ódio protestante

Esses 19 heróis de Jesus Cristo sofreram terrível martírio, porque não negaram a presença real na Santíssima Eucaristia e obedeciam ao Papa como chefe da santa Igreja
Plinio Maria Solimeo

Depois que Lutero rompeu com a Igreja, sua revolução religiosa foi contaminando toda a Europa como uma erisipela. Surgiram então outros “reformadores”, como Calvino, que tiveram maior ou menor sucesso em suas revoltas. Embora pregassem o “livre exame”, às vezes eles se combatiam entre si, procurando os de uma corrente convencer os

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Janeiro de 1991 - Perspectivas para o terceiro milênio

As crises do mundo moderno fundem-se numa só: a crise do homem; a desagregação é tão pronunciada que se pode supor não estar longe o momento da Providência
Gregório V. Lopes

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral - A MODERNA ARQUITECTURA E ARTE SACRA COMO FONTES DE ATEÍSMO


Escutemos o Papa Pio XII, em excertos da sua encíclica “Mediator Dei”, promulgada em 20 de Novembro de 1947:
«Nós vos exortamos ainda, veneráveis irmãos, a que tomeis cuidado em promover o canto religioso popular e a sua acurada execução, feita com dignidade conveniente, podendo isso estimular e aumentar a Fé e a Piedade das populações cristãs. Ascenda ao Céu o canto uníssono e possante do nosso povo, como o fragor das ondas do mar, expressão canora e vibrante de um só coração e uma só alma, como convém a irmãos e filhos do mesmo Pai.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

São Bernardo: "eu vou executar esse criminoso com minhas próprias mãos!"

Um castigo severo e perpétuo
Certo dia, quando São Bernardo se dirigia para a corte do Conde Teobaldo, deparou-se-lhe um grupo de soldados que conduziam um prisioneiro ao cadafalso, para enforcá-lo.

Vendo a cena, apoderou-se S. Bernardo da corda com que era conduzido o condenado, e fez esta estranha proposta aos verdugos:
— Entregai-me este criminoso, e executá-lo-ei com as minhas próprias mãos.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Dom Pelayo e a gloriosa reconquista espanhola



Esse herói cristão iniciou a grande Reconquista espanhola, tendo reunido um pequeno grupo de fiéis que resistiu ao imenso poderio maometano, e miraculosamente o venceu.


Considerado um grande personagem, mais pelos efeitos de sua ação do que por sua pessoa, de D. Pelayo pouco sabemos. Foi, isto pode-se admitir, o detonador do estopim que deflagrou a gloriosa Reconquista contra os mouros.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Quando um pesadelo pode modificar nossas vidas.



Iniciava a noite. O padre José, depois de ter cumprido com suas obrigações, fechava a igreja para ir à casa paroquial rezar o Breviário – oração obrigatória a todos os padres. Ia caminhando pela rua e observou que não tardaria a chover. Chegando em sua casa, se acomodou na cadeira e começou a rezar o Ofício Divino (Breviário).


segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Tradição, vida e morte

Pe. João Batista de Almeida Prado Ferraz Costa
Sabe-se que a chamada filosofia vitalista do princípio do século XX (Bergson e Blondel), apresentando-se como uma reação a erros filosóficos então predominantes, exerceu uma notável influência sobre o pensamento católico. Contra uma concepção mecanicista e racionalista própria do positivismo e do neo-kantismo que pretendia esquematizar toda a realidade, a filosofia da vida insurgiu-se fazendo ver como era superficial semelhante

domingo, 26 de outubro de 2014

sábado, 25 de outubro de 2014

A catedral submersa

Na sua História da Liga na Bretanha, de fins do século XVI, um certo cônego Moreau escrevia sobre a baía de Douarnenez:

“Encontram-se ainda hoje pessoas antigas que, estando a pescar, sustentam ter visto com frequência, nas baixas marés, velhas ruínas de muralhas”. Segundo essas testemunhas, tratar-se-ia de “grande obra de que nunca se ouviu falar”.

Algumas ruínas parecem indicar construções dos tempos dos romanos, que dominaram a região antes dos celtas.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

ENFIM, O CISMA


Dom Lourenço Fleichman OSB
Em 1976, amigos franceses enviaram a Gustavo Corção notícias de um bispo italiano que escrevera para seus padres e fiéis denunciando o comunismo. Os amigos que enviaram a auspiciosa notícia ao jornalista e escritor católico estavam entusiasmados com a novidade, achando que aquela reação podia significar uma mudança de ares na Igreja.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Arcebispo Fulton Sheen - O ARTESÃO DE NAZARÉ

No passado os homens costumavam falar mais sobre a salvação de suas almas do que sobre a vida presente. Por incrível que pareça em nossos dias essa ênfase deu uma virada radical do terreno religioso e moral para o terreno político e econômico. A atração pelas coisas do Céu diminuiu drasticamente e a gravitação em torno das coisas da terra aumentou visivelmente.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

O Livro dos Salmos - Parte II

Introdução da Bíblia Sagrada reedição do Padre Antônio Pereira de Figueiredo AD 1950



Classificação ordinário dos Salmos - É impossível apresentar uma rigorosa e científica classificação dos Salmos. Santo Agostinho organizou uma, geralmente seguida, e que se encontra na Epistola ad Marcelinum, sendo digna de menção a que apresenta Carpzow no seu livro intitulado Introductio ad livros poeticos Veteris Testamenti. Feita sôbre a primeira, tendo por base a idéia principal e dominante em cada salmo, é a seguinte de Vigouroux, que passamos a apresentar, por nos parecer a melhor. Compreende seis grupos.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

O Livro dos Salmos - Parte I

Introdução da Bíblia Sagrada reedição do Padre Antônio Pereira de Figueiredo AD 1950


Todos os Livros Santos têm sido objeto de profundos estudos; acêrca  de cada um tem-se escrito muito, mas nenhum tem sido estudado tão profundamente, e dado ocasião a maior número de importantes trabalhos, como o Livro dos Salmos. Sobem a mil e duzentos comentários ao Saltério; e fàcilmente se percebe pela sua grande importância, e pelo lugar proeminente que ocupam êstes cânticos na Sagrada Liturgia.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Santa Hildegarda profetizou a vinda do Anticristo como resultado de uma revolta universal na Igreja e na sociedade

Santa Hildegarda profetizou muitas coisas: descreveu a situação do tempo dela e fez profecias até o Anticristo, e isto tudo documentado com milagres.
Santa Hildegarda, abadessa de
Bingen, profetisa do Novo Testamento


A Providência quis que ela profetizasse porque se os homens tivessem tomado a sério o anúncio da Revolução, esta podia não ter vindo. 

O profeta adverte para evitar o castigo, para evitar o precipício. Ele é a voz da Providência afastando do desvio, e ao mesmo tempo anunciando o castigo se os desvios não forem evitados. 

Então ela profetizou até o Anticristo. Aqui vem então a explicação do igualitarismo, que é uma das fontes da Revolução anticristã, junto com a sensualidade. 

sábado, 18 de outubro de 2014

Santa Hildegarda: práticas homossexuais são desejadas pelo demônio para extinguir o gênero humano

Luis Dufaur
No Livro das Obras Divinas, Santa Hildegarda de Bingen, a “Sibila do Reno”, interpreta a propósito do versículo 6,8 do Livro do Apocalipse:
Santa Hildegarda viu no Apocalipse a
descrição de uma decadência moral
muito parecida com a nossa
“VIII. “E vi aparecer um cavalo esverdeado. Seu cavaleiro tinha
 por nome Morte; e a região dos mortos o seguia. Foi-lhe dado poder sobre a quarta parte da terra, para matar pela espada, pela fome, pela peste e pelas feras” (Ap 6,8).
“Isto se interpreta assim: o cavalo descrito deste modo é o tempo em que todas as coisas conformes com a lei e cheias da justiça de Deus serão consideradas nada, como as coisas sem cor, e então os homens dirão: ‘Não sabemos o que fazemos e os que nos deram estas ordens não sabiam o que diziam’.
“E assim, sem medo nem temor pelo julgamento de Deus, desprezarão todos os bens, persuadidos pelo diabo a fazer estas coisas.
“Mas Deus em sua cólera julgará estas obras e se vingará destruindo-as completamente, porque dará morte àqueles que não se arrependam e os condenará ao inferno. Nesse tempo, haverá por todas as partes da terra combates com a espada, os frutos da terra desaparecerão, e os homens morrerão de morte súbita ou pelas mordidas das feras.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Dom Antônio de Castro Mayer - Nova Teologia

O Pe. Garrigou-Lagrange, professor no “Angelicum”, que é a Universidade dos Dominicanos em Roma, nos põe a par de uma nova orientação teológica, em dois artigos publicados na revista da mesma Universidade em 1946, fasc. 3 e 4, e 1947, fasc. 21. Como ele diz que é “estrita obrigação de consciência para os teólogos tradicionais responderem (a estas aberrações)”, “do contrário faltariam gravemente ao seu dever, falta de que deverão dar contas a Deus” (pág. 135), parece-nos oportuno comunicar também aos leitores brasileiros o que se passa na Velha Europa (somente lá?) de hostil e perigoso dentro dos arraiais da mesma Igreja. Vamos nos servir do material fornecido pelo grande teólogo dominicano, e restringir-nos às suas informações, esquecendo, no momento, o que possamos conhecer por outras vias.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

E que é a Verdade?



Encaminha-se de casa de Caifás toda a multidão, juízes e servos, arrastando a Jesus para o pretório de Pôncio Pilatos, governador romano. Ao sair de Efraim tinha dito Nosso Senhor: “Vamo-nos a Jerusalém, onde o Filho do Homem tem de ser entregue aos chefes sacerdotes e aos doutores da Lei, que o hão de condenar à morte, e desampará-lo aos pagãos”. Alumiando todos os pormenores deste suplício hediondo, como se nos desvenda a majestade divina à luz das profecias?