Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Lepanto: a maior batalha naval da História


Réplica da nau capitânia de Don Juan d'Áustria em Lepanto

“Toma, ditoso príncipe, a insígnia do verdadeiro Deus humanado”

Rostos, roupas e paramentos

"O sacerdote de Deus, o homem consagrado pelo Bispo que é o próprio Cristo, também recebe o paramento. O ouro, a seda, a púrpura entram no seu vestuário para o espanto do mundo que só vê nisso a "pompa" da Igreja, o alarde dos recursos financeiros da cúria. O sacerdote veste o ouro e a seda, veste a Glória por cima do hábito da penitência, realizando uma consumação terrível como aquela da cruz".

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

A prática da mortificação cristã

"Há que morrer afim de que Deus viva em nós: porque é impossível chegar à união da alma com Deus por outro caminho que pela mortificação".

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

O perigo e os males da Vaidade Feminina


"Virão umas modas que vão ofender muito a Nosso Senhor. As pessoas que servem a Deus não devem andar com a moda. A Igreja não tem modas. Nosso Senhor é sempre o mesmo." - Beata Jacinta Marto

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Santos e demônios IV

"Se foi grande a perseguição que contra mim levantava o inferno, imensamente maior foi a proteção do céu. Conhecia visivelmente que a Virgem Santíssima, os Anjos e Santos me conduziam por caminhos ignorados; livraram-me dos ladrões e assassinos, e me conduziram a porto seguro, sem que eu conhecesse o modo."

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

A ESSÊNCIA ATEIA DA DEMOCRACIA

Seria crime negar a obediência a Deus, para dá-la aos homens; seria delito infringir as Leis de Jesus Cristo para obedecer aos Magistrados, ou violar os direitos da Igreja, sob pretexto de guardar as Leis da Ordem Civil. 

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Santos e demônios III

"Volto-me para Deus, faço o sinal da Cruz e digo algumas palavras de desprezo ao demônio. Além disso, noto que o barulho é muito maior e que os assaltos se multiplicam quando, no dia seguinte, vem algum grande pecador".

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

São Pedro Damião, Cardeal-bispo de Óstia

Doutor da Igreja e um dos mais destacados santos da Idade Média, trabalhou incansavelmente para a implantação da admirável reforma cluniacense numa época conturbada da História da Igreja

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Santos e demônios II

“Que lhe parece? Não diz o provérbio que o cachorro que dorme não caça?... Um pobre homem insone há quarenta dias e quarenta noites, despertado no primeiro sono!.... E' isto, por ventura, agradável?”

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

terça-feira, 6 de outubro de 2015

São Teodoro contra o “Sínodo do adultério”

Roberto de Mattei



São Teodoro Studita, mosaico do século XI,
mosteiro de Nea Moni, em Chios, Grécia.
 "São Teodoro Studita, um simples religioso que ousou desafiar o poder imperial e as hierarquias eclesiásticas da época, pode ser considerado um dos patronos celestes daqueles que, ainda hoje, em face das ameaças de mudança da prática católica sobre o casamento, têm a coragem de repetir um inflexível non licet."

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Santos e demônios I


"Para purificar os Seus escolhidos e fazer deles vítimas de expiação, Deus serve-Se muitas vezes de satanás que, com o seu ódio ao homem, é em Suas mãos o instrumento mais ativo."

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

A HUMANIDADE FALHOU EM TUDO, EXCEPTO NAS REALIZAÇÕES TÉCNICAS

  • O presente artigo trata do que está atrás do tal «progresso moderno» no qual as preocupações administrativas e tecnológicas ganham a primeira importância em detrimento do senso moral dos governos e da vida espiritual das pessoas.
  • Exemplo espantoso da introdução dessas idéias revoluciárias, que serviram-se de um despotismo por nada esclarecido em Portugal, foi o governo do Marquês de Pombal, que deve ser melhor identificado porque ligado à mentalidade que envolveu o País e a Europa de então, num materialismo deslavado em nome da liberdade, igualdade e fraternidade.
  • De modo que os portugueses não precisaram esperar a invasão napoleônica para conhecer os «benefícios» destas idéias! Por ironia da história a tumba suntuosa de Pombal foi profanada nessa ocasião pela turba dos novos salvadores!