Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Coroa das sete dores de Maria Santíssima


Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-me Deus, nosso Senhor, de nossos inimigos, em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Abri, Senhor, meus lábios.
E minha boca pronunciará o vosso louvor.
Meu Deus, em meu favor e amparo atende.
E dos meus inimigos me defende.

Glória ao Padre, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre e por todos os séculos dos séculos. Amém.


PREPARAÇÃO
Virgem sem mácula, Mãe de piedade, cheia de aflição e amargura; com toda a humildade de meu coração eu vos suplico que ilustreis meu entendimento e acendais minha vontade, para que com espírito fervoroso e compassivo contemple as dores que se propõem nesta santa Coroa, e posa conseguir as graças e favores prometidos aos que se ocupam neste santo exercício. Amém.

PRIMEIRA DOR
Compadeço-me de Vós, Senhora, pela dor que padecestes com a profecia de Simeão, quando vos disse que vosso coração seria alvo da paixão de vosso Filho. Fazei, minha Mãe, que eu experimente no interior de minha alma a paixão de vosso Filho e as vossas dores; obrigando-vos em memória desta dor com um Padre Nosso, sete Ave Marias e um Gloria Patri.
Padre Nosso que estias nos Céus, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa Vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos a nossos devedores. E não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amém
Sete vezes: Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
Glória ao Padre, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.

SEGUNDA DOR
Compadeço-me, Senhora, de Vós, pela dor que sofrestes no desterro ao Egito, pobre e necessitada naquela longa viagem. Fazei, Senhora, que eu seja livre das perseguições de meus inimigos: obrigando-vos em memória desta dor com um Padre Nosso, sete Ave Marias e um Gloria Patri.
Padre Nosso que estias nos Céus, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa Vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos a nossos devedores. E não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amém
Sete vezes: Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
Glória ao Padre, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.

TERCEIRA DOR
Compadeço-me de Vós, Senhora, pela dor que padecestes com a perda de vosso Filho em Jerusalém por três dias. Concedei-me lágrimas de verdadeira dor para chorar minhas culpas, pelas vezes que perdi a Deus, e que o ache para sempre: obrigando-vos em memória desta dor com um Padre Nosso, sete Ave Marias e um Gloria Patri.
Padre Nosso que estias nos Céus, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa Vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos a nossos devedores. E não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amém
Sete vezes: Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
Glória ao Padre, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.

QUARTA DOR
Compadeço-me de Vós, Senhora, pela dor que padecestes vendo vosso Filho com a cruz sobre seus ombros, caminhando para o Calvário entre escárnios, baldões e quedas. Fazei, Senhora, que leve com paciência a cruz da mortificação e dos trabalhos: obrigando-vos em memória desta dor com um Padre Nosso, sete Ave Marias e um Gloria Patri.
Padre Nosso que estias nos Céus, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa Vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos a nossos devedores. E não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amém
Sete vezes: Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
Glória ao Padre, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.

QUINTA DOR:
Compadeço-me de Vós, Senhora, pela dor que padecestes vendo morrer vosso Filho pregado numa cruz, entre dois ladrões. Fazei, Senhora, que viva crucificado meus vícios e paixões: obrigando-vos em memória desta dor com um Padre Nosso, sete Ave Marias e um Gloria Patri.
Padre Nosso que estias nos Céus, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa Vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos a nossos devedores. E não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amém
Sete vezes: Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
Glória ao Padre, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.

SEXTA DOR
Compadeço-me de Vós, Senhora, pela dor que padecestes ao receberdes em vossos braços aquele santíssimo Corpo defunto e exangue por tantas chagas e feridas. Fazei, Senhora, que meu coração viva ferido de amor divino e morto a todo amor profano: obrigando-vos em memória desta dor com um Padre Nosso, sete Ave Marias e um Gloria Patri.
Padre Nosso que estias nos Céus, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa Vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos a nossos devedores. E não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amém
Sete vezes: Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
Glória ao Padre, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.

SÉTIMA DOR
Compadeço-me de Vós, Senhora, pela dor que padecestes em vossa soledade, depois de sepultado vosso Filho. fazei, Senhora, que eu fique sepultado para tudo o que é terreno e viva só para Deus e para Vós: obrigando-vos em memória desta dor com um Padre Nosso, sete Ave Marias e um Gloria Patri.
Padre Nosso que estias nos Céus, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa Vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, e perdoai-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos a nossos devedores. E não nos deixeis cair em tentação. Mas livrai-nos do mal. Amém
Sete vezes: Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
Glória ao Padre, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e por todos os séculos dos séculos. Amém.

Em memória e reverência das lágrimas que choraram vossos puríssimos olhos na vida, paixão e morte de vosso Filho, eu vos ofereço três Ave Marias.

ORAÇÃO
Puríssima Virgem Maria, traspassada de dor com a espada que profetizou Simeão; cuidadosa e necessitada fugindo para o Egito; triste e atribulada buscando o Filho perdido; cheia de amargura e lágrimas encontrando-o com a cruz às costas; aflita e ansiosa vendo-o agonizar e morrer; angustiada e atormentada com o Filho morto nos braços, só e sem consolo deixando-o sepultado: suplico-vos humildemente que a  quer vos peço, se for para a maior glória de Deus e bem de minha alma, me alcanceis de sua divina Majestade, e senão, que se faça tudo sua santíssima, e que eu nunca o ofenda. Suplico-vos também que intercedais por nosso Santíssimo Padre, pela paz e concórdia entre os príncipes cristãos, exaltação das santa fé católica, destruição das heresias, conversão dos infiéis e confusão dos turcos; olhai com olhos de piedade a vossos devotos e concedei-lhes especialíssimos auxílios de graça para maior glória de Deus e Vossa. Amém.

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A vós bradamos, os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto de vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria.
Rogai por nós, santa Mãe de Deus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário