Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

O ponto de vista de um Padre


Missa em Latim vs. Missa Nova
Como sacerdote, desejo voltar a esclarecer quais são as diferenças sobre como Jesus é tratado nas duas missas. Isto será do meu próprio ponto de vista, como um padre que celebrou durante anos a Missa Nova em inglês e espanhol, e agora, oferecendo o Santo Sacrifício da Missa Antiga

Tradução Sensus fidei: Constantemente ouço pessoas dizerem que não vão à Antiga Missa em Latim, porque eles não entendem latim. (Alguns até acham que a homilia é feita em latim.) Então, por favor, apenas por agora, deixemos de lado o argumento da língua; latim ou vernáculo e avaliemos as orações e as ações que integram as rubricas das duas missas. Olhemos também para quem é o centro do foco e a forma como as pessoas participam, vestem-se e recebem Deus na Sagrada Comunhão nas duas missas.
Como sacerdote, desejo voltar a esclarecer quais são as diferenças sobre como Jesus é tratado nas duas missas. Isto será do meu próprio ponto de vista, como um padre que celebrou durante anos a Missa Nova em inglês e espanhol, e agora, nos últimos 7 anos, oferecendo o Santo Sacrifício da Missa Antiga.
A maioria dos católicos julgam as duas missas de sua própria perspectiva subjetiva e preferências. Eles não são sacerdotes. Eles não estão oferecendo as duas missas e não fazem ideia de como é a experiência do sacerdote que oferece o sacrifício da Santa Missa.
Do meu ponto de vista sobre o altar, a diferença entre a Missa antiga e a Missa Nova é como o dia e a noite. Bispo Sample, de Portland Oregon, definiu muito bem quando, na Conferência Sacra Liturgia em Roma, disse que deseja que todos os seus sacerdotes aprendam e ofereçam a Missa Antiga em Latim por causa do efeito que ela exerce sobre eles mesmos, levando-os a compreender o seu papel como sacerdotes. Ele disse que oferecer a Santa Missa Antiga em Latim fez com que ele mudasse completamente, e agora, ele finalmente entende o aspecto sacrifical do seu sacerdócio.
Eu sei, para o católico comum que teve muito pouca ou nenhuma experiência com a Missa Antiga em latim, a Missa Nova está muito bem porque é a que todos eles já conhecem ou se sentem confortáveis e “em casa”. Em todo o mundo, a Missa Nova é tudo o que qualquer católico pode querer. Isso é tudo o que conhecem e é todo o critério que têm para julgar.
Os neo-Católicos ortodoxos que não são católicos tradicionais, estão constantemente reclamando sobre os graves abusos litúrgicos praticados por padres que não seguem as rubricas essenciais encontradas no Novo Missal Romano. Como quando, por exemplo, o celebrante muda as palavras da consagração, não diz o Credo da Missa dominical, não faz genuflexões quando necessário, dá a comunhão para todos, incluindo os não católicos, que aparecem em funerais ou casamentos, e todos os demais graves abusos que experimentam na Missa Nova.
Mas, em essência, e na maior parte, estão satisfeitos com a Missa Nova. Alguns Neo-Católicos preferem a Nova Missa em latim ou talvez digam “ad orientem”.
Aqui está uma lista de observações que fiz, oferecendo ambas, a Missa antiga e a Missa Nova.
Todo o foco de toda a Santa Missa Antiga Latina está em:
·       adorar a Deus,
·       estar no Calvário, no verdadeiro sacrifício incruento de Jesus sendo atualizado na Cruz,
·       o sacerdote pedindo a Jesus para interceder a Deus Seu Pai para a remissão dos nossos pecados,
·       humildemente rezando para que neste Sacrifício possamos receber a salvação e as graças.
No Sacrifício da Missa Antiga Latina, é óbvio que;
·       Deus Pai está agindo através de Jesus Seu Filho.
·       Jesus está agindo por meio do sacerdote, in Persona Christi.
·       Há uma hierarquia na Missa em latim, bispo, sacerdote, religioso, coroinhas, fiéis, como a que é encontrada no Reino de Deus e na Igreja Católica.
·       O sacerdote tem o papel especial na oração a Deus.
·       O sacerdote reza em segredo e em voz baixa a parte sagrada do Canon e as palavras da consagração.
·       As pessoas acompanham Maria e o Apóstolo São João na contemplação ao pé da Cruz, enquanto Jesus está oferecendo sua vida em sacrifício ao Pai para a nossa salvação.
·       As pessoas estão diante do santo sacrifício de Jesus na Cruz por elas.
·       As pessoas, humilde e passivamente, recebem as graças de Deus através da oração interior.
·       As pessoas humildemente recebem Jesus de joelhos na Santa Comunhão e na língua.
·       As pessoas rezam e absorvem os efeitos do Divino Mistério da Santa Missa em silêncio.
·       O Coro está no alto [ou atrás] acompanhando as pessoas em canções sagradas.
·       O coro canta anonimamente para a glória de Deus e não para exibir-se para a multidão.
·       O Coro canta a capella ou é acompanhado por música de órgão.
·       O canto gregoriano é cantado para elevar as almas das pessoas a Deus.
Respeito, adoração e proteção dada a Jesus no Santíssimo Sacramento.
·       Há apenas uma maneira de oferecer a Santa Missa Antiga em Latim e as rubricas devem ser obedecidas.
·       Há muito mais genuflexões, reverências e persignações a Deus por parte do sacerdote.
·       Ninguém, exceto o sacerdote, pode tocar o Santo Cálice e a patena, porque eles são consagrados para serem usados apenas para conter o Corpo e o Sangue de Deus.
·       Uma vez que o sacerdote disse as palavras da consagração, ele nunca separa os polegares e os indicadores para que, se por acaso, houver pequenos fragmentos do Corpo de Jesus, eles não cairão no Altar ou no chão.
·       O sacerdote sorve o Preciosíssimo Sangue de Jesus apenas de um lado do Cálice, de modo que quando for purificá-lo, terá a certeza de que purifica exatamente onde o sangue fluiu.
·       Ao receber o Corpo de Cristo, o sacerdote coloca a patena sob o queixo, abrigando todas as partículas que possam cair sobre o Altar.
·       Ele raspa o corporal com a patena para ter certeza se em qualquer momento alguma partícula do Corpo de Cristo tenha ficado sobre o corporal, e poder colocá-la no cálice para ser consumida com o Sangue de Cristo.
·       Toda vez, após a consagração, quando o sacerdote descobre o cálice, ele coloca os dedos sobre o mesmo, de modo que nunca possa cair e derramar o Precioso Sangue de Jesus.
·       O Corpo de Cristo é dado somente com a assistência do coroinha segurando a patena para que nenhuma migalha caia no chão.
·       Ninguém jamais toca Deus na Sagrada Comunhão, além do sacerdote.
·       Todas as pessoas são obrigadas a ajoelhar e receber Jesus na língua.
·       Depois da Sagrada Comunhão, o sacerdote purifica o Cálice duas vezes, uma com vinho e novamente com vinho e água para ter certeza de que recebe cada gota do Precioso Sangue de Jesus purificado.
·       O sacerdote purifica os polegares e indicadores com água e vinho no cálice para obter qualquer partícula minúscula de hóstia de dentro do cálice, consumindo-a.
·       As pessoas se ajoelham em adoração e ação de graças depois da comunhão.
·       As pessoas rezam e não conversam dentro da igreja.
·       As mulheres cobrem suas cabeças com véus.
·       As pessoas se vestem com trajes de domingo, com muito respeito e modéstia.
A Missa Nova está focada em Deus, mas, ao mesmo tempo, muito focada nas pessoas.
·       Em vez de o foco do Celebrante estar in Persona Christi, seu foco está em representar e presidir em nome da congregação.
·       O Celebrante posiciona-se de frente para o povo, e não para Deus.
·       Em todas as realidades, o celebrante é o centro do “show”. Muitas vezes ele vai fazer piadas.
·       Há muito pouco nas palavras da Missa Nova referentes à dimensão sacrificial da missa.
·       A Missa Nova é centrada muito mais em “Recordar a Última Ceia”.
·       Não há altar para o sacrifício sacerdotal, apenas uma mesa de madeira.
·       O presidente sempre reza em voz alta para que as pessoas possam ouvi-lo.
·       O foco está sobre as pessoas sendo muito ativo em respostas, abraços, ficar de pé, sentados, ajoelhados, cantando e andando em procissão para receber a Sagrada Comunhão.
·       Há muitas pessoas envolvidas na Missa Nova, como Leitores(as) e ministros(as) extraordinários(as) da Eucaristia.
·       Muitas pessoas transitando ao redor do Santuário, como a banda de rock ou outros membros do coral.
·       Todo tipo de música e canto são permitidos.
·       O coro e os músicos tocam voltados para as pessoas.
·       As músicas tocadas e cantada tem por objetivo fazer com que as pessoas se sintam felizes, bem, quentes e animadas.
·       Bater palmas é algo incentivado ao felicitar pessoas ou enquanto cantam-se canções.
·       Crianças e outras pessoas são frequentemente convidadas para se posicionarem em torno do altar e rezar com o presidente.
·       Todo mundo adora isso porque o foco está sobre as crianças bonitas e as pessoas.
·       O celebrante senta-se na cadeira do presidente voltado para o povo, não para Deus.
·       Tudo é muito exterior e não contemplativo.
·       Há muito pouco silêncio.
·       Ajoelha-se muito pouco em adoração a Deus.
·       O Novo Missal Romano tem várias opções “pastorais” em como celebrar a missa.
·       Muitas mulheres vêm à missa vestidas em roupas sensuais, decotes, calças apertadas e shorts.
·       Homens vêm trajados com bermudas.
·       Leitores(as) e ministros(as) extraordinários(as), por vezes, sobem no altar com roupas sensuais ou impróprias.
·       Antes e depois da missa, pessoas e padres conversam e se socializam em voz alta na igreja.
Na Missa Nova,
·       A maioria das pessoas recebem a Sagrada Comunhão.
·       Recebem-na em pé.
·       Recebem Jesus na mão.
·       Todos devem permanecer em pé até que todos tenham subido juntos em procissão para receber a Sagrada Comunhão.
·       Há muito pouco tempo permitido, após a Sagrada Comunhão, para meditar e agradecer a Deus por Ele ter vindo em suas almas.
·       As pessoas costumam sentar-se e não se ajoelham depois de receber a Sagrada Comunhão.
·       As Grandes Hóstias são utilizadas para mostrar que todos nós somos um só corpo, e quando elas são partidas, partículas grandes são atiradas em todo o corporal, no altar e no chão. Aconteceu comigo.
·       Muito raramente as patenas são utilizadas para abrigar o corpo de Cristo ou as migalhas que caem.
·       Os pisos de igrejas católicas estão cheios de partículas do Corpo de Cristo que caem pelo chão, das mãos das pessoas que o recebem na mão e são pisoteadas por todos os presentes.
·       Todos tomam do cálice dado pelo ministro para receberem o Sangue de Cristo.
·       Muitas vezes o Precioso Sangue de Cristo é derramado sobre as pessoas ou no chão.
·       Somente os sacerdotes devem purificar os vasos sagrados na missa, mas muitas vezes eles são deixados para que os outros os purifiquem.
·       A purificação do cálice é feita apenas com água.
·       É impossível para o sacerdote purificar onde tantas pessoas receberam do cálice, várias vezes sorvido, quando administrado o Preciosíssimo Sangue pelos(as) ministros(as) extraordinários(as).

A última pergunta (e a resposta deve fazer com que todos que leiam este artigo queiram ir apenas para a Santa Missa Antiga em latim) é: nós realmente acreditamos que Deus/Jesus está no Santíssimo Sacramento do Altar? Se assim é, Deus merece toda adoração, respeito e proteção.
Como um padre que diz que a Missa Nova e a Antiga Missa em Latim, a Missa Latina tem, de longe, mais rubricas integradas para proteger o Corpo e Sangue de Jesus de ser profanado de qualquer maneira. A Missa Antiga em Latim tem claramente o forte componente sacrifical, próprio da Santa Missa e do sacerdócio. A Missa Antiga não tem a ênfase protestante na Última Ceia e “fazer isto em memória de mim”, como Lutero defendeu. A Missa Antiga também tem orações e gestos que auxiliam mais facilmente a adoração que Jesus merece de todos nós, Suas criaturas. E, por causa disto, a Missa Antiga em latim agrada muito mais a Deus do que a Missa Nova.

Nenhum comentário:

Postar um comentário