Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

No carnaval, sacrílego vilipêndio a Nossa Senhora Aparecida


“No terceiro centenário da aparição de Nossa Senhora Aparecida e a propósito da autorização dada por altas autoridades eclesiásticas, permitindo que uma imagem d’Ela seja exposta em carro alegórico no Sambódromo neste carnaval, a “Liga do Santo Rosário” enviou carta-circular aos seus participantes analisando e deplorando o alcance de tal permissão. Segue o teor da missiva.”


Anunciou-se há alguns meses que uma imagem de Nossa Senhora Aparecida seria levada no carnaval deste ano ao Sambódromo de São Paulo, como tema de um carro alegórico da Escola de Samba Unidos da Vila Maria.
Por absurdo que seja, a mídia noticiou que essa presença foi autorizada por altas personalidades eclesiásticas. A desculpa que dão é de que a referida escola de samba garantiu que no carro alegórico da Vila Maria não haverá cenas de nudez ao redor da imagem. Nada diz sobre os outros carros da mesma escola…
Ora, essas autoridades eclesiásticas sabem perfeitamente que nesse Sambódromo ocorrerão cenas das mais lúbricas, de passistas em trajes sumários, quando não completamente nuas, em danças imorais que ofendem gravemente a Deus. Isso a tal ponto, que é impossível ilustrar esse fato inconteste.
Nem há necessidade disso: está na Internet, portanto ao alcance de qualquer pessoa, a informação de que a mencionada escola de samba sempre desfilou ostentando o mesmo grau de imoralidade das demais. As chamadas musas do carnaval exibem-se escandalosamente, conscientes de que assim satisfazem os desejos baixos da maioria do público ali presente. Quem vai ao carnaval vai atrás disso…
De nada adianta dizer que a Escola de Samba Unidos da Vila Maria fará uma como que “bolha moralizada” (moralizada?), que só existirá junto à imagem, e não no carnaval que se desenrolará em torno dela. Alegar essa “atenuante” não passa de uma imensa hipocrisia.
Seria algo como levar a imagem a uma praia nudista, garantindo que os que a carregarem não estarão nus. Por aí vemos o insustentável dessa autorização absurda, que põe à sombra a imoralidade gigantesca reinante nesses eventos, à qual se soma o consumo de drogas, destemperos sexuais, bebedeiras desenfreadas, numa atmosfera de bacanal.
Mas não é só isso. Há uma enorme agravante, no caso. Ficará a impressão extremamente danosa para os católicos, e mesmo para os não católicos, de que a Igreja já não censura a imoralidade carnavalesca. E que tudo aquilo que acontece no Sambódromo não é mais considerado uma grave ofensa a Deus e a Nossa Senhora. Portanto, o carnaval tal como vemos hoje, com suas cenas de nudez e imoralidade, não tem nada de mais.
Ora, é evidente que esse endosso eclesiástico ao carnaval vai estimular a ousadia rumo ao nudismo total. E nas ruas, e até mesmo dentro das igrejas, como infelizmente estamos vendo, o despudor irá aumentar ainda mais.
É francamente inacreditável que a maioria dos pastores de almas não dê importância a isso. Há não sei quantos anos a omissão deles em relação à progressiva imoralidade do carnaval e dos trajes civis vem chamando a atenção.
No que dará isso? Dará na estatística que a revista “Carta Capital” publicou em novembro último: a cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil!
O estupro é uma coisa abominável e deve ser severamente punido. Mas a culpa é só dos estupradores? A atração exercida pela maneira provocativa de certas modas não tem também responsabilidade nisso? Uma vez que o senso moral e religioso está desaparecendo, o que deterá as pessoas que não põem freio a seus instintos baixos?
Imaginemos que aparecesse a moda de, durante a noite, as casas ficarem com as portas visivelmente abertas. Haveria espanto em se constatar um aumento de roubos nelas?
Na lógica dessa argumentação, esse imenso pecado de permitir a condução ao Sambódromo de uma imagem sacrossanta de nossa Rainha e Padroeira é próprio a acarretar consequências imprevisíveis, caso os brasileiros não reajam à altura.
Houve tempo em que nós, católicos, éramos 97% dos brasileiros. Hoje, por causa da crise pós Concílio Vaticano II, minguamos para o pífio índice de 50%.
Como consequência, agora há ambiente para se fazer o que há 10 ou 20 anos era inimaginável: expor Nossa Senhora ao vilipêndio de desfilar num bloco de carnaval, e assim jogar lama na aura de santidade e respeitabilidade d’Aquela que foi a tal ponto pura, que foi Virgem antes, durante e depois do parto.
Voltemo-nos a Ela e peçamos que tenha compaixão do Brasil e dos brasileiros inconformes com esse sacrílego vilipêndio, que já começaram a protestar.
_____
P.S.: Quem desejar participar desse protesto, pode fazê-lo por meio do site do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira:


2 comentários:

  1. Como pode isso acontecer
    Isso mancharar a imagem da igreja
    E farar com que muitos se afastem
    De vez da igreja. Serar que esse povo que se diz poderozo não pensam nisso?que isso pode provocar uma revolta?premeiro:isso teria que ter sido consultado ao público católico numa de votação.eu repudiu.

    ResponderExcluir
  2. Como pode isso acontecer
    Isso mancharar a imagem da igreja
    E farar com que muitos se afastem
    De vez da igreja. Serar que esse povo que se diz poderozo não pensam nisso?que isso pode provocar uma revolta?premeiro:isso teria que ter sido consultado ao público católico numa de votação.eu repudiu.

    ResponderExcluir