Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

quarta-feira, 8 de março de 2017

Quarta-feira das Têmporas da Quaresma

Basílica de Santa Maria Maior

“De necessitátibus meis éripe me, Dómine: vide humilitátem meam et labórem meum: et dimítte ómnia peccáta mea.


Simples – Param. roxos
Estação em Santa Maria Maior

A Igreja estacional deste dia chama-se “Santa Maria maior” por ser a mais importante das igrejas dedicadas em Roma a Nossa Senhora.
É também conhecida pelo nome de Liberiana, por  que foi construída pelo Papa Libério (352-366) no perímetro indicado por uma milagrosa nevada em pleno verão. Por este acontecimento é chamada também Santa Maria das Neves. Foi reedificada em 432 por Sixto III. No século VII, quando para lá se transportaram as relíquias da manjedoura onde foi reclinado o menino Jesus, a basílica recebeu um quarto nome: Santa Maria ad Praesepe.
No dia de hoje, fazia-se em Santa Maria Maior a votação para escolher os candidatos ao Sacerdócio, como que para coloca-los sob a proteção da Virgem.
O Evangelho tem relação com a igreja estacional, pois faz alusão delicada e profunda à Virgem.
Na Quaresma a Igreja exorta os cristãos a uma vida melhor e a penitência corporal, propondo-lhes os exemplos de Moisés que se entretém, durante quarenta dias e quarenta noites, em jejum e colóquios com Deus (I Lição); de Elias o qual, revigorado pelos pães que lhe trouxera o Anjo, caminha quarenta dias sem tomar mais alimento (II Lição). A abstinência fortalece a alma contra os inimigos espirituais e contra as adversidades (Or.), alcança-lhe a proteção de Deus e dá-lhe novas forças pela prática de boas obras.
“Quem faz a vontade de meu Pai, este é meu irmão, irmã e mãe (Ev.). A observância dos mandamentos, a submissão incondicional à vontade de Deus (Of.) e a prática das virtudes unem mais a Deus que a afinidade de sangue. A exemplo dos Ninivitas (Ev.), o cristão deve procurar corresponder à graça e não tornar-se como os judeus, indignos dela com um comportamento frívolo, incrédulo e cético.


Missal Romano Cotidiano Latim-Português – Edições Paulinas – 1959

Basílica de Santa Maria Maior

Nenhum comentário:

Postar um comentário