Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

"Roma perderá a Fé e se tornará a sede do Anticristo"

Nossa Senhora em La Salette

Attende Domine, et miserere, quia peccavimus tibi.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Presença diabólica no mundo de hoje

“A possessão consiste em um domínio que o demônio exerce diretamente sobre o corpo e indiretamente sobre a alma de uma pessoa. Esta se converte em um instrumento cego, dócil, fatalmente obediente ao poder perverso e despótico do demônio”


Plinio Maria Solimeo
Em nosso mundo cada vez mais paganizado, cresce deploravelmente o número dos que procuram uma solução para seus problemas nas forças ocultas e na superstição. Abandonando o verdadeiro Deus e as graças que Ele nos concede, esses desajustados vão atrás dos falsos recursos que, na linguagem de São Paulo, são demônios.

O Pe. Luis Escobar, exorcista da diocese de Rancágua, no Chile, explica “não ser errado afirmar hoje que padecemos uma ação muito furiosa do demônio no mundo. Como o demônio não é onipotente, ele utiliza as estruturas humanas para suas ações, como oprimir, violentar, destruir”.1
Ou seja, como diz o Exorcismo do Papa Leão XIII: “O dragão maldito transvasou, como rio imundíssimo, o veneno de sua iniquidade em homens depravados de mente e corruptos de coração; incutiu-lhes o espírito de mentira, impiedade, blasfêmia, e seu hálito mortífero de luxúria, de todos os vícios e iniquidades” para seus funestos desígnios.
A presença do Maligno em nosso continente é muito comum nos cultos indígenas e afros. Por isso o exorcista Mons. Lars Messeschmidt, Vigário-Geral de Copenhague, na Dinamarca, afirma: “Meus colegas espanhóis disseram-me que há muitas pessoas na América Latina necessitadas de exorcismo [por estarem sob a ação do demônio]. Isso porque mesclam o Cristianismo com as suas antigas crenças nativas. Esse coquetel religioso é demoníaco”. Ele se refere à magia negra, ao candomblé, à macumba, ao tarô etc., hoje tão comuns no Brasil.
Como se pode ficar sob a ação do demônio nesses cultos? Responde Mons. Lars: “Há duas razões. A primeira é que quando se faz algo insensato, abre-se a porta para a atividade demoníaca: cura alternativa, questões da Nova Era (New Age), clarividência ou cartas de tarô. Essa é a porta que dá acesso ao mundo do oculto, e esse é o mundo dos demônios. [...] O abuso de drogas ou sexo também abre a porta para o diabo”.2
Práticas que o demônio incentiva para agarrar as pessoas
Diz um ditado popular que “bobo é cavalo do demônio”. E isso nunca foi tão certo, pois, por uma curiosidade malsã, pessoas incautas entram sem saber no caminho do ocultismo. Por isso o Pe. Escobar diz que, das pessoas que o procuraram por se julgarem vítimas de alguma ação preternatural, “a maioria teve contato ou optou por ser parte de questões esotéricas em algum momento de suas vidas. Especialmente com [o tabuleiro] Ouija, o Reiki, e o que está tão em moda hoje: a Yoga”.3
Sobre o tão difundido “tabuleiro Ouija”,4 ou o mais recente “Charlie, Charlie, challenge” (versão mais elaborada do primeiro), fala o Irmão Benigno Palilla, franciscano e exorcista da Arquidiocese de Palermo, Itália. Ele mostra como é fácil, sobretudo aos adolescentes, cair nas redes do espiritismo por esse meio, que pareceria à primeira vista uma inocente distração, mas que é um modo de iniciar os jovens incautos no ocultismo.
Explica ele sobre o maléfico Charlie challenge: “Trata-se de dois lápis sobrepostos em forma de cruz, que estão em equilíbrio. Por baixo há um papel com as palavras ‘sim’, de um lado, e ‘não’, do outro. Pergunta-se a Charlie [personagem fictício, que no fundo é o demônio] se está presente. O lápis move-se sozinho, girando para o sim”. Depois se fazem as mais diversas perguntas a “Charlie”, que responde sim ou não, movimentando o lápis para um lado ou para outro. “Pois bem, observa o Irmão Benigno, se não há uma causa natural, como o vento, o lápis não pode mover-se sozinho. Se se move, é porque há uma entidade que o move. Ora, esta entidade não pode ser Deus, porque Ele não se presta a estes jogos. Portanto, só pode ser o demônio. Trata-se, pois, de uma evocação do demônio através deste jogo, que não é jogo. Para sermos mais concretos, trata-se de uma sessão espírita, na qual se invoca um espírito maligno”5 (os grifos são nossos).
O Pe. Gary Thomas, exorcista da Diocese de San José, na Califórnia, confirma que “o tabuleiro de ouija, a magia negra, as sessões espíritas, os vídeos-games violentos, o Charlie Challenge, as cartas de tarô, e qualquer instrumento que possa congregar algum tipo de espírito, evitando Deus em qualquer forma que seja”,6 atraem os demônios.
Graves malefícios na yoga e no ocultismo
Voltando ao Pe. Escobar, foi-lhe apresentada a objeção de que nem todos que participam da Yoga, do Reiki e do tal tabuleiro terminam possessas, ao que ele respondeu: “Das pessoas que atendi como exorcista por padecer possessão, opressão ou vexação demoníacas, a maioria participou disso, e chega [a consultar o exorcista] porque apresenta algum problema. Desconheço, no entanto, se aconteceu algo com as demais pessoas que não me procuraram. Mas as pessoas que chegaram livremente à paróquia para me consultar, apresentaram uma história nefasta com esses assuntos”.
Pode-se insistir: “Que mal há na yoga, por exemplo, que tantos benefícios traz”? A isso responde o Pe. Vincent Lampert, exorcista na Diocese de Indianápolis, Estados Unidos: “A questão não se restringe aos benefícios que produzem os exercícios de yoga. O problema está nas chamadas energias, espíritos ou forças que se fazem durante essas práticas”.
O Pe. Gary Thomas é mais específico: “Quando alguém que pratica a yoga reconhece e chama os espíritos ou energias vinculadas a determinados exercícios, isso produz sérios problemas. Eu sei por experiência, pois conheci gente fervorosa da prática de yoga que veio me procurar com problemas depois de renderem tributo aos deuses ligados aos movimentos de yoga”.7
“O Senhor abomina todas estas coisas”
Todas as tentativas de sondar o futuro por meio de forças ocultas já foram condenadas pelo próprio Deus, ao dizer a Moisés: “Quando tiveres entrado na terra que o Senhor Deus te há de dar, guarda-te de querer imitar as abominações daquelas gentes. Não se ache entre vós quem purifique seu filho ou sua filha, fazendo-os passar pelo fogo, nem quem consulte adivinhos ou observe sonhos e agouros, nem quem use malefícios, nem quem seja encantador, nem quem consulte os nigromantes ou adivinhos, ou indague dos mortos a verdade. Porque o Senhor abomina todas estas coisas, e por tais maldades exterminará estes povos à tua entrada” (Deuteronômio, 18, 9-12).
O apóstolo São Paulo, por sua vez, adverte: “As coisas que os pagãos sacrificam [nos seus cultos], sacrificam-nas a demônios e não a Deus. E eu não quero que tenhais comunhão com os demônios” (I Cr 10,20).
Por isso ensina o Catecismo da Igreja Católica: “Todas as formas de adivinhação devem ser rechaçadas: o recurso a Satã ou aos demônios, a evocação dos mortos e outras práticas que equivocadamente se supõe que ‘desvelam’ o futuro. A consulta de horóscopos, a astrologia, a quiromancia, a interpretação de presságios e de sortes, os fenômenos de visão, o recurso a ‘médiuns’ encerra uma vontade de poder sobre o tempo, a história e, finalmente, os homens, por um desejo de granjear-se proteção de poderes ocultos. Estão em contradição com a honra e o respeito, mesclados de temor amoroso, que devemos somente a Deus” (2116).
O papel do rock satânico na iniciação diabólica
Mas há outros meios pelos quais o demônio se apodera das almas. O Pe. Duarte Souza Lara, exorcista português, afirma: “Sabemos que Satanás e seus demônios exercem influência em todos os campos de atuação humana com o objetivo de fazer perder as almas. Não é diferente no mundo artístico e da música, que podem ser utilizados para o mal. [...] Em todo mundo existem festivais de música que duram horas, regados com muitas drogas, sexo, violência e diversas formas de comportamentos desordenados”8, o que é um campo de cultura para o satanismo.
Com efeito, afirmou o perito Carlos Climati, em entrevista concedida à “ACI Prensa” em Roma: “Aumenta a cada dia o número de jovens que se declaram seduzidos pelo diabo e pela magia negra, com a ilusão de viver uma vida sem regras, seguindo um anjo rebelde”. Isso “por desgraça, pois a sociedade moderna está dominada pelo relativismo moral, favorecendo a difusão do satanismo”.
Para Climati, muitos desses jovens caem no satanismo através da música, pois “pode-se considerar a música rock [sobretudo o heavy metal] ‘diabólica’ ou ‘antieducativa’, o que pode resultar ‘numa ponte entre o adolescente e o culto ao diabo’”. Para ele, reconhece-se facilmente o “rock satânico” pelos seus textos violentos e anticristãos. As próprias capas de seus CDs “apresentam imagens sanguinárias e blasfemas”.9
Pode-se, portanto, afirmar que “O Rock’n’Roll não é somente um tipo de música popular, mais do que isso, é uma cultura, com um modo próprio de vestir-se, de falar, de comportar-se; trata-se de uma atitude diante da vida, encharcada de anarquismo, de uma postura religiosa que se caracteriza pela revolta contra Deus e a religião. Em última análise, constitui uma espécie de anti-religião, uma religião satanista”.10
Também o aborto e o “suicídio assistido” atraem o demônio
O Pe. Thomas acrescenta: “O aborto é uma porta aberta para o demônio, pois implica a destruição de um ser humano inocente. [...] O suicídio assistido é também uma porta de entrada [para o demônio] pela mesma razão. Este declive da moralidade cresce rapidamente, além de oferecer a Satanás a oportunidade de pôr um pé na vida familiar. Não creio que a maioria dos partidários do ‘direito de decidir’ se dê conta disto. É parte da sedução de Satanás, que oculta sua presença nestas ‘decisões’”.11
Concorda com ele o Pe. Escobar, para quem muitos pecados do mundo moderno atraem a presença do espírito das trevas em nosso meio. Diz ele que, “no fundo, o demônio não oferece nenhuma criação nova, mas desenvolve uma destruição da Criação, e fundamentalmente do ser humano [...]. Pois, embora no Oriente Médio tenhamos hoje guerras, perseguições violentas contra os cristãos, no Ocidente nós temos uma perseguição contra os seres humanos mais desvalidos, não lhes permitindo nascer [...]. Também o abandono pela sociedade de seus enfermos e anciãos é uma clara expressão do pecado que não duvido seja também alentado pelo demônio. As leis pró-eutanásia não são senão a melhor expressão desse abandono que hoje padecemos, pois propiciam desfazermos de nossos enfermos e anciãos”.12
Para o exorcista Pe. Cesar Truqui, “há um demônio que se especializa no ataque à família”. Ele explica que se trata de “um demônio [...] também citado no livro de Tobias, na Bíblia, chamado Asmodeu”. Para o sacerdote, “o diabo também busca atacar a família por meio de ideologias e estilos de vida, assim como difundindo pensamento individualista e a propagação do divórcio”.13
Como o demônio age sobre os homens
O demônio pode influenciar o homem de vários modos. O mais comum é pela tentação, que varia de grau. Este é o meio ordinário, mais habitual, que ele utiliza para levar os homens ao pecado.
Mas pode também tentá-los por uma ação extraordinária, realizada através de uma infestação local, que consiste “em uma atividade perturbadora exercida diretamente pelo demônio sobre a natureza inanimada (reino mineral, elementos atmosféricos, etc.), e animada inferior (reino vegetal e animal), e também sobre lugares, procurando desse modo atingir indiretamente o homem, sempre de um modo maléfico”.15
O Pe. Lambert explica que o demônio pode por esse meio atormentar as pessoas com ruídos inexplicáveis, passos, golpes em paredes, som de correntes que se arrastam, vozes misteriosas, gritos e gargalhadas, bem como a mudança de objetos, quadros que caem das paredes, móveis que se deslocam.
Já a infestação pessoal explica não tolhe o uso da inteligência e da vontade de quem a sofre. Talvez seja a mais comum das atividades maléficas extraordinárias do demônio. O Pe. Lambert a chama de vexação e consiste numa ação em que os demônios atacam e fustigam fisicamente as pessoas com queimaduras, arranhões, mordidas, chagas ardentes, tatuagem de letra na pele com sinais que podem manter-se por algum tempo ou desaparecer de repente.
Ainda segundo o Pe. Lambert, o tipo mais grave de infestação pessoal é a obsessão, que acontece quando os demônios atacam os sentidos externos e internos de alguém através de visões terríficas ou tentadoras, ruídos molestos, cantos blasfemos e obscenos, bem como toques físicos. A imaginação pode encher-se de pensamentos ou imagens terríveis e racionalmente absurdas. Como a obsessão muda de grau, é uma das mais difíceis de provar mais do que a própria possessão diabólica.15
A mais visível manifestação diabólica: a possessão
Agora, “a possessão é a mais visível das manifestações diabólicas e a que mais impressiona as imaginações; a tal ponto deixa na penumbra o trabalho constante do demônio que, por meio da tentação [ordinária], procura seduzir os homens ao pecado [...] A possessão consiste em um domínio que o demônio exerce diretamente sobre o corpo e indiretamente sobre a alma de uma pessoa. Esta se converte em um instrumento cego, dócil, fatalmente obediente ao poder perverso e despótico do demônio”.16
Entretanto, Santo Tomás explica que o diabo não pode penetrar diretamente na alma da pessoa possuída, pois somente a Santíssima Trindade pode fazê-lo.
“Isso quer dizer que, na possessão, embora o demônio domine o corpo, sobretudo o sistema nervoso, e possa impedir o uso das potências da alma, ele não pode penetrar nela e obrigar a sua vítima a cometer um pecado, ou aceitar as doutrinas diabólicas”. Por isso, “o possesso não é moralmente responsável por seus atos, por piores que sejam, uma vez que não tem plena consciência deles, nem existe colaboração da vontade”.17
Os cuidados da Igreja nos casos de suposta possessão
A possessão diabólica é, portanto, um caso muito mais raro e muito mais sério. Por isso, só em último caso é que os exorcistas lançam mão do exorcismo.
Explica Mons. Lars: “O exorcismo é uma forma especial de oração pela qual o exorcista, em nome de Deus, ordena ao espírito maligno que saia [da pessoa possuída]”.18
Para distinguir entre a possessão e alguns distúrbios psíquicos ou emocionais, o exorcista precisa agir com muito cuidado. Continua Mons. Lars Messeschmidt: “Eu, em geral, lhes peço [às pessoas atormentadas pelo demônio] que me descrevam seus sintomas. Depois das respostas, procuro fazer um diagnóstico. É importante para mim distinguir se se trata de um problema psicológico, ou se a pessoa está realmente possuída pelo demônio. [...] [Para tal], temos nossas ferramentas. Utilizamos diferentes provas, como o crucifixo ou água benta, por exemplo. Aos demônios desagrada qualquer dessas duas coisas. Peço à pessoa que segure o crucifixo, e, amiúde, se estão possessas por um demônio, não conseguem. Também aspergimos água benta sobre elas. Ontem, de fato, uma pessoa que veio, não podia sequer olhar o crucifixo, e quando aspergi água benta sobre ela, disse que lhe queimava a pele”.19
O Pe. Gary Thomas acrescenta: “Há indicadores-chave [para se constatar] a implicação demoníaca: aversão ao sagrado, força física desproporcionada, conhecimento de coisas ocultas, domínio de línguas estrangeiras desconhecidas pela pessoa (incluídos latim e grego), espuma na boca, e movimentos do corpo de tipo epilético sem nenhuma classe de estimulação”.20
O Pe. Vincent Lampert entra em detalhes. Antes de confirmar a implicação demoníaca, um exorcista consulta peritos em saúde mental e médica para avaliar o caso. Busca qualquer possível causa física ou mental que explique o que esteja ocorrendo. Eis o protocolo que se segue antes de praticar o exorcismo:
“Exame físico rigoroso por um médico qualificado, consultando-se um especialista, se necessário;
“Exame psicológico rigoroso por um psicólogo clínico qualificado ou por um psiquiatra;
“Histórico de contato [da pessoa em questão] com demônios, satanismo, com o oculto, bruxaria ou qualquer rito de religiões orientais que cultiva a relação com ‘deuses’ e ‘deusas’;
“Normalização da vida espiritual e sacramental do energúmeno;
“Lista dos sinais extraordinários de possessão do Ritual de Exorcismos;
“Conformidade com a legislação diocesana e processos canônicos;
“Redação de uma carta ao bispo sobre a necessidade de um exorcismo maior”.21
“Na Igreja pós-conciliar se desfigurou o conceito de pecado”
Nestes conturbados dias, marcados pela penetração da “fumaça de Satanás” na Igreja — conforme afirmou Paulo VI —, minimiza-se em muitos setores eclesiásticos, quando não se nega, a ação do demônio.
A esse respeito, o Pe. Gary Thomas afirma: “Há muitos católicos que não creem na personificação do mal, isto é, em Satanás e na influência demoníaca. Na Igreja pós-conciliar, a definição de pecado se desfigurou, e o conceito do mal personificado se converteu em algo vago; e isto em numerosos âmbitos da Igreja, incluindo os seminários, onde se deixou de insistir na escatologia [conjunto de crenças sobre as realidades últimas] e em seus temas relacionados”.22
Avanço do satanismo em nossos dias
Passamos agora a dar alguns poucos exemplos da ação direta ou indireta do demônio em nossos dias.
Na célebre Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, o Templo Satânico foi convidado a realizar uma “missa negra” no Memorial Hall desse estabelecimento de ensino. Que isso suceda em um país dito “cristão”, numa universidade onde se deve ensinar o bem e a verdade, mostra a maldade dos tempos em que vivemos.
Porém, o inusitado convite suscitou grande celeuma, levando a TFP norte-americana a lançar uma campanha de assinaturas que obteve mais de 60 mil adesões. Esta e outras iniciativas análogas resultaram na suspensão de referida “missa”.23
Ainda nos Estados Unidos, “membros de um grupo satânico apresentaram o desenho de uma estátua de Bafomé, ídolo pagão com cabeça de bode [a mais conhecida representação de Satanás], sentado num trono de 2,13 m de altura, para o Capitólio do Estado de Oklahoma [...]”. No colo desse ídolo pode-se sentar, “para inspiração e contemplação”, e em sua maquete ele é flanqueado por duas crianças que o olham com veneração.
Os satanistas disseram que o objetivo dessa estátua é contrapor-se à placa com os Dez Mandamentos existente no referido Capitólio.24
Não nos esqueçamos de que em setembro de 2014, apesar dos protestos de mais de 200 mil pessoas que assinaram uma petição da TFP norte-americana, foi celebrada uma “missa negra” em louvor do demônio no Centro Cívico de Oklahoma.25
Mas os satanistas não desistem. No ano passado, eles marcaram outra “missa negra” no Music Hall desse mesmo Centro, justamente para o dia 15 de agosto, quando a Igreja Católica celebra a festa da Assunção de Nossa Senhora.26
A ideologia satânica e anarquista está se revelando de tal maneira, que algumas feministas norte-americanas favoráveis ao aborto já começaram a dar vivas ao demônio — “Salve Satã” — em suas manifestações.27
Outra manifestação dessa ideologia provém da After School Satan Club, organização que planeja ensinar o satanismo para crianças nas escolas públicas. A TFP americana vem promovendo uma forte campanha em sentido oposto.
Seu vice-presidente, Sr. John Horvat, autor do best-seller Return to Order, declarou a respeito dessas atividades: “A revolução satânica está mexendo no tecido moral da nossa nação, adormecendo nossa cultura de horror ao pecado e preparando o caminho para as aberrações mais sórdidas. Por exemplo, uma ‘missa negra’ satânica foi realizada em Oklahoma City e uma estátua da Santíssima Virgem Maria foi profanada em frente à antiga Catedral São José na mesma cidade, na Véspera de Natal.”
Em outras nações, o mesmo plano diabólico
Há pouco foi inaugurado com grande aparato, sob os Alpes suíços, o túnel ferroviário mais longo do mundo. À inauguração estiveram presentes importantes líderes mundiais, como Angela Merkel, da Alemanha, François Hollande, da França, e Mateus Renzi, da Itália.
No controvertido show que marcou a inauguração, “durante vários minutos da representação, o bode, a mais característica representação de Satanás, se apodera do cenário, com um riso tétrico, e é recebido com gestos de aparente reverência e adoração”.28
Para citar só outro país, no Chile a violência contra imagens e locais de culto da Igreja Católica vem causando assombro, o que não ocorre sem uma ação muito direta do demônio. Há poucos dias, encapuchados se misturaram aos estudantes em uma manifestação, invadiram a igreja da Gratidão Nacional, e roubaram, entre outras coisas, um grande Crucifixo, que foi diabolicamente destruído na praça em frente.29 Por outro lado, em menos de dois anos foram atacadas ou destruídas mais de 14 igrejas,30 revelando um tipo de ódio indissociável da ação demoníaca.
Em vista disso, a necessidade de exorcismos
Ao se reunir em Roma com 150 exorcistas italianos num congresso nacional, o Pe. Francesco Bamonte afirma que eles enviaram uma carta a todos os bispos da Itália e a alguns de outros países, na qual “ressaltamos o agravamento do atual surgimento do ocultismo-satanismo e, por conseguinte, a necessidade de comprometer-se na formação de todos os sacerdotes, e na sua preparação para um primeiro discernimento dos distintos casos em relação a este fenômeno. Também desejamos a nomeação de um maior número de exorcistas na Igreja, e a promoção de sua formação permanente”.31
Algo muito incipiente começa a ser feito nesse sentido. O Pe. Gary Thomas afirma que “nos últimos anos há mais sacerdotes que creem na personificação do mal. Desde 2011, quintuplicou na nos ambientes católicos dos Estados Unidos o número de exorcistas conhecidos, principalmente porque os bispos recebem muitíssimos pedidos de investigação de atividade demoníaca”.32
“Resisti-lhe fortes na fé”
Não poderia ser mais sinistro o panorama que temos diante de nós. Por isso, ouçamos a recomendação de São Pedro: “Sede sóbrios e vigiai, porque o demônio, vosso adversário, anda como um leão que ruge, buscando a quem devorar. Resisti-lhe fortes na fé” (1Pd 5,8).
Para nos livrarmos de suas ciladas, procuremos sempre o Reino de Deus e sua Justiça, pondo nosso pensamento, como aconselha São Paulo, em “tudo o que é justo, tudo o que é santo, tudo o que é amável, tudo o que é de bom nome, qualquer virtude, qualquer coisa digna de louvor da disciplina, seja isto o objeto dos vossos pensamentos” (Fl 4,8). Só assim teremos condições para afastar de nós os demônios e atrair os Anjos.
Sobretudo recorrer Àquela que é terror dos demônios
Mas, como afirma o Pe. Bamonte, não estamos sós nessa luta contra o poder das trevas, pois temos uma aliada extraordinária na Santíssima Virgem, que “esmagou sozinha as heresias do mundo inteiro”. Ele explica: “Durante nosso ministério como exorcistas, experimentamos amiúde que o Rosário, bem rezado, é particularmente temido pelo demônio. Uma vez, enquanto o demônio tentava arrancar o terço que eu havia colocado no pescoço da pessoa que ele atormentava, exclamou com raiva: ‘Quem se agarra a esta corrente não se perderá nunca!’”.33
Recorramos, pois, Àquela que é Terror dos Demônios, para que nos proteja nesta luta constante e desigual “contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra os espíritos malignos espalhados pelos ares” (São Paulo, Ef 6, 12).


Notas:
1.http://www.religionenlibertad.com/primer-ano-como-exorcista-en-rancagua-chile-atiende-mil-casos-reiki-41162.htm
2.http://www.religionenlibertad.com/el-exorcista-de-copenhague-mi-calendario-esta-copado-parece-que-hay-39077.htm
3. Pe. Escobar, op.cit.
4. “O ouija, algumas vezes também conhecido como tabuleiroespírito ou tabuleirofalante, é um tabuleiro plano, marcado com as letras do alfabeto, os números 0-9, as palavras ‘sim’, ‘não’, ‘alô’ (ocasionalmente), e ‘até logo’, junto com vários símbolos e gráficos. Ele usa uma peça pequena de madeira ou plástico, na forma de coração, chamado ‘planchette’. Os participantes colocam seus dedos na planchette, e ela se move pelo tabuleiro para formar as palavras” https://en.wikipedia.org/wiki/Ouija
5. Los 150 exorcistas italianos avisan: “Se agrava la emergencia del ocultismo y el satanismo”. http://www.religionenlibertad.com/los-150-exorcistas-italianos-avisan-se-agrava-la-emergencia-del-ocultismo-45039.htm
6. Dos exorcistas loconfirman: el yoga es peligroso, laouija abre puertas, laslevitacionessuceden
http://www.religionenlibertad.com/dos-exorcistas-lo-confirman-el-yoga-es-peligroso-la-ouija-abre-45789.htm
7. Id. ib.
8.http://pt.aleteia.org/2016/06/13/anjos-me-resgataram-de-satanistas-em-festival-de-musica/?utm_campaign=NL_pt&utm_source=daily_newsletter&utm_medium=mail&utm_content=NL_pt-Jun%2014,%202016%2001:43%20am
9. Un experto en satanismo explica por que va en aumento el número de jóvenes seducidos por eldiablo
http://www.religionenlibertad.com/un-experto-en-satanismo-explica-por-que-va-en-aumento-el-14863.htm
10. Gustavo Antônio Solimeo Luiz Sérgio Solimeo, Anjos e Demônios, a luta contra o poder das trevas, Artpress, São Paulo, 2006, p.195.
11. Thomas, op.cit.
12. Escobar, op.cit.).
13. http://www.religionenlibertad.com/exorcista-cesar-truqui-advierte-que-hay-demonio-especializado-50193.htm
14. Gustavo Antônio Solimeo, op. cit. p.195.
15. Lambert, op.cit.
16. Gustavo Antonio Solimeo, op.cit., pp.. 98-99.
17. Id., p. 100.
18. Lars, op.cit.).
19. Idem.
20. Thomas, op.cit.
http://www.religionenlibertad.com/dos-exorcistas-lo-confirman-el-yoga-es-peligroso-la-ouija-abre-45789.htm
21. Lampert, op.cit.
http://www.religionenlibertad.com/dos-exorcistas-lo-confirman-el-yoga-es-peligroso-la-ouija-abre-45789.htm
22. Thomas, op.cit.
23.http://www.tulsaworld.com/news/religion/another-black-mass-scheduled-for-oklahoma-city-civic-center/article_89fea1b0-88f4-5427-a981-1d6baa2076d4.html
24.http://www.religionenlibertad.com/grupo-satanico-presenta-la-estatua-del-demonio-para-los-ninos-que-33256.htm
25. Dozens attend Satanic ‘black mass’ in Oklahoma City, hundreds protest outside
http://www.foxnews.com/us/2014/09/22/dozens-attend-satanic-black-mass-in-oklahoma-city-hundreds-protest-outside.html
26. http://www.tfpstudentaction.org/what-we-do/news-and-updates/satanic-black-mass-in-oklahoma-sparks-new-protest.html
27.http://www.religionenlibertad.com/la-chocante-invocacion-a-satan-de-abortistas-contra-providas-repugna-a-30094.htm
28. ¿Hubo elementos satánicos en la «performance» de la ceremonia inaugural del túnel de los Alpes?
http://www.religionenlibertad.com/hubo-elementos-satanicos-performance-ceremonia-inaugural-del-50126.htm
29.http://www.latercera.com/noticia/nacional/2016/06/680-684333-9-encapuchados-saquean-iglesia-de-la-gratitud-nacional-y-destruyen-crucifijo.shtml
30. https://www.aciprensa.com/noticias/etiquetas/ataques-a-iglesias/
31.http://www.religionenlibertad.com/los-150-exorcistas-italianos-avisan-se-agrava-la-emergencia-del-ocultismo-45039.htm
32. Thomas, op.cit.
33.http://www.religionenlibertad.com/los-150-exorcistas-italianos-avisan-se-agrava-la-emergencia-del-ocultismo-45039.htm

Um comentário:

Antes de fazer seu comentário, leia: Todo comentário é moderado. Não serão permitidos comentários anônimos sem que contenha a identificação do autor. Comentários ofensivos contra a Santa Madre Igreja não serão aceitos. Comentários de hereges, de pessoas que se dizem ateus, infiéis, de comunistas só serão aceitos se estiverem buscando a conversão e a fuga do erro. De pessoas que defendem doutrinas contra a Verdade revelada, a moral católicas, apoio a grupos ou idéias que ferem, denigrem, agridem,cometem sacrilégios a Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, a Mãe de Deus, seus Anjos, Santos, ao clero, as instituições católicas também não serão aceitos.