Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

domingo, 24 de dezembro de 2017

24 de dezembro - Vigília do Santo Natal

“Hódie sciétis, quia véniet Dóminus et salvábit nos: et mane vidébitis glóriam eius’.


Privilegiada de I classe – param. roxos
Estação de Santa Maria Maior
Antigamente faltava a Missa de hoje que era suprida pela da meia-noite e servia de preparação à festa. Quando o Natal, depois dos Concílios de Éfeso (431 d. C.) e Calcedônia (451d. C.), adquiriu grande solenidade, foi mudado o rito e, depois da Missa que se celebrava na tarde da vigília como início do ofício noturno, celebravam-se outras três missas no dia da festa: a primeira à meia-noite; a segunda à aurora e a terceira em pleno dia.
A Encarnação do Verbo eterno que “se assenta acima dos Querubins” (Gr.) e que Deus havia prometido à humanidade de caída na Sagrada Escritura e sobretudo na pregação dos profetas (Ep.), está para completar-se. A Virgem Maria, desposada com São José para legalizar diante dos homens o nascimento temporal do seu Filho, dará à luz, nesta noite, o Salvador, Jesus, concebido por obra do Espírito Santo.
Na Missa tem-se verdadeiramente a impressão de ter chegado à meta e respira-se uma atmosfera de graça, de esperança e de alegria (Intr., Gr., Of.). Felizes daqueles que se tiverem preparado condignamente à celebração do Nascimento do Senhor (Pos-com.), mediante uma vida humilde e mortificada.
Acompanhemos neste dia a Jesus e Maria em sua viagem a Belém. O celestial Menino, que está para chegar, seja o único objeto dos nossos pensamentos e do nosso amor. Confiemos o coração à Virgem Imaculada, para que ela, suprindo as falhas de nossa preparação, melhor o disponha para receber todas as graças que o Salvador mereceu com o seu nascimento segundo a carne. Que cada Natal assinale para cada alma momentos de consolação, de tranquilidade e de paz em meio às dores e preocupações da vida presente.
Se a vigília de Natal cair num domingo, diz-se a Missa da vigília, com a comemoração do domingo.
Introitus 
Exod 16:6; 16:7
Hódie sciétis, quia véniet Dóminus et salvábit nos: et mane vidébitis glóriam eius
Ps 23:1
Dómini est terra, et plenitúdo eius: orbis terrárum, et univérsi, qui hábitant in eo.
V. Glória Patri, et Fílio, et Spirítui Sancto.
R. Sicut erat in princípio, et nunc, et semper, et in saecula saeculórum. Amen
Hódie sciétis, quia véniet Dóminus et salvábit nos: et mane vidébitis glóriam eius
Oratio 
V. Dóminus vobíscum.
R. Et cum spiritu tuo.
Orémus.
Deus, qui nos redemptiónis nostræ ánnua exspectatióne lætíficas: præsta; ut Unigénitum tuum, quem Redemptórem læti suscípimus, veniéntem quoque Iúdicem secúri videámus, Dóminum nostrum Iesum Christum, Fílium tuum:
Qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti Deus per omnia saecula saeculorum. 
R. Amen.
Lectio 
Lectio Epístolæ beati Pauli Apostoli ad Romános: Rom 1:1-6
Graduale 
Exod 16:6; 16:7
Hódie sciétis, quia véniet Dóminus et salvábit nos: et mane vidébitis glóriam eius.
Ps 79:2-3
Qui regis Israël, inténde: qui dedúcis, velut ovem, Ioseph: qui sedes super Chérubim, appáre coram Ephraim, Béniamin, et Manásse.
Evangelium
Sequéntia  sancti Evangélii secundum Matthǽum: Matt 1:18-21
Offertorium 
V. Dóminus vobíscum. 
R. Et cum spíritu tuo. 
Orémus
Ps 23:7
Tóllite portas, principes, vestras: et elevámini, portæ æternáles, et introíbit Rex glóriæ.
Communio 
Isa 40:5
Revelábitur glória Dómini: et vidébit omnis caro salutáre Dei nostri.
Postcommunio 
S. Dóminus vobíscum.
R. Et cum spíritu tuo.
Orémus.
Da nobis, quǽsumus, Dómine: unigéniti Fílii tui recensíta nativitáte respiráre; cuius coelésti mystério páscimur et potámur.
Per eundem Dominum nostrum Iesum Christum filium tuum, qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti, Deus, per omnia saecula saeculorum. 
R. Amen.

Missal Romano Quotidiano – Latim/Português – Edições Paulinas 1959

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de fazer seu comentário, leia: Todo comentário é moderado. Não serão permitidos comentários anônimos sem que contenha a identificação do autor. Comentários ofensivos contra a Santa Madre Igreja não serão aceitos. Comentários de hereges, de pessoas que se dizem ateus, infiéis, de comunistas só serão aceitos se estiverem buscando a conversão e a fuga do erro. De pessoas que defendem doutrinas contra a Verdade revelada, a moral católicas, apoio a grupos ou idéias que ferem, denigrem, agridem,cometem sacrilégios a Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, a Mãe de Deus, seus Anjos, Santos, ao clero, as instituições católicas também não serão aceitos.