Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

sábado, 23 de dezembro de 2017

Sábado das Têmporas do Advento - Jejum e abstinência

Foto: Fraternidade Sacerdotal São Pio X
“Veni, et osténde nobis fáciem tuam, Dómine, qui sedes super Chérubim: et salvi érimus.

Simples – Param. roxos
Estação de São Pedro
Os quatro Sábados das Têmporas são destinadas à sagração dos novos ministros, rito que antigamente, em Roma, era celebrado na basílica de São Pedro. Daí a origem da estação. Até a Idade Média, as ordenações de dezembro eram as mais solenes e, em Roma, eram as únicas.
As seis Lições da Missa recordam as dozes Lições, outrora cantadas em latim e em grego durante as celebrações noturnas, em preparação do sacrifício dominical. A quinta Lição de Daniel (dos três jovens na fogueira) antigamente servia de prelúdio ao “Cântico das bênçãos”, que substituía o Hino angélico nas reuniões penitenciais.
Sobressai na Missa o pensamento da próxima vinda do Verbo eterno. O Messias é representado por Moisés que livra o povo hebreu do cativeiro do Egito (I Lição) e por Ciro que o leva de volta à pátria (IV Lição). O profeta Isaías anuncia a vinda de Cristo (III Lição) e os seus efeitos (II Lição). São Paulo descreve em cores vivas aquilo que precederá a última vinda do Redentor (Ep.).
No Natal e na Comunhão o nosso desprezível ser é elevado até Deus que se abaixa até nós e se torna inteiramente nosso. Esse pensamento nos deve ser de estímulo a uma preparação mais intensa, mediante a fuga do pecado, a reforma de nós mesmos, a observância da lei de Deus, a oração e o recolhimento.
Introitus 
Ps 79:4; 79:2
Veni, et osténde nobis fáciem tuam, Dómine, qui sedes super Chérubim: et salvi érimus.
Ps 79:2
Qui regis Israël, inténde: qui dedúcis, velut ovem, Ioseph.
V. Glória Patri, et Fílio, et Spirítui Sancto.
R. Sicut erat in princípio, et nunc, et semper, et in saecula saeculórum. Amen
Veni, et osténde nobis fáciem tuam, Dómine, qui sedes super Chérubim: et salvi érimus.
Oratio 
Orémus.
V. Flectámus génua.
R. Leváte.
Deus, qui cónspicis, quia ex nostra pravitáte afflígimur: concéde propítius; ut ex tua visitatióne consolémur:
Qui vivis et regnas cum Deo Patre, in unitate Spiritus Sancti, Deus, per omnia saecula saeculorum. 
R. Amen.

Lectio Isaíæ Prophétæ: Isa 19:20-22
Graduale 
Ps 18:7; 18:2
A summo coelo egréssio eius: et occúrsus eius usque ad summum eius.
V. Cæli enárrant glóriam Dei: et opera mánuum eius annúntiat firmaméntum.

Oratio 
Orémus.
V. Flectámus génua.
R. Leváte.
Concéde, quǽsumus, omnípotens Deus: ut, qui sub peccáti iugo et vetústa servitúte deprímimur; exspectáta unigéniti Fílii tui nova nativitáte liberémur:
Qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti Deus per omnia saecula saeculorum. 
R. Amen.

Lectio Isaíæ Prophétæ: Isa 35:1-7
Graduale 
Ps 18:6; 18:7
In sole pósuit tabernáculum suum: et ipse tamquam sponsus procédens de thálamo suo.
V. A summo coelo egréssio eius: et occúrsus eius usque ad summum eius.

Oratio 
Orémus.
V. Flectámus génua.
R. Leváte.
Indignos nos, quǽsumus, Dómine, fámulos tuos, quos actiónis própriæ culpa contrístat, unigéniti Fílii tui advéntu lætífica:
Qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti Deus per omnia saecula saeculorum. 
R. Amen.

Lectio Isaíæ Prophétæ: Is 40:9-11
Graduale 
Ps 79:20; 79:3
Dómine, Deus virtútum, convérte nos: et osténde fáciem tuam, et salvi érimus,
V. Excita, Dómine, poténtiam tuam, et veni, ut salvos fácias nos.

Oratio 
Orémus.
V. Flectámus génua.
R. Leváte.
Præsta, quǽsumus, omnípotens Deus: ut Fílii tui ventúra sollémnitas et præséntis nobis vitæ remédia cónferat, et praemia ætérna concédat.
Per eundem Dominum nostrum Iesum Christum filium tuum, qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti, Deus, per omnia saecula saeculorum. 
R. Amen.

Lectio Isaíæ Prophétæ: Is 45:1-8.
Graduale 
Ps 79:3,; 79:2; 79:3
Excita, Dómine, poténtiam tuam, et veni, ut salvos fácias nos.
V. Qui regis Israël, inténde: qui dedúcis, velut ovem, Ioseph: qui sedes super Chérubim, appáre coram Ephraim, Béniamin, et Manásse.

Oratio 
Orémus.
V. Flectámus génua.
R. Leváte.
Preces pópuli tui, quǽsumus, Dómine, cleménter exáudi: ut, qui iuste pro peccátis nostris afflígimur, pietátis tuæ visitatióne consolémur: Qui vivis.
Lectio Daniélis Prophétæ: Dan 3:47-51
Hymnus: Dan 3:52-53
Benedíctus es, Dómine, Deus patrum nostrórum. Et laudábilis et gloriósus in saecula. Et benedíctum nomen glóriæ tuæ, quod est sanctum. Et laudábile et gloriósum in saecula. Benedíctus es in templo sancto glóriæ tuæ. Et laudábilis et gloriósus in saecula. Benedíctus es super thronum sanctum regni tui. Et laudábilis et gloriósus in saecula. Benedíctus es super sceptrum divinitátis tuæ. Et laudábilis et gloriósus in saecula. Benedíctus es, qui sedes super Chérubim, íntuens abýssos. Et laudábilis et gloriósus in saecula. Benedíctus es, qui ámbulas super pennas ventórum et super undas maris. Et laudábilis et gloriósus in saecula. Benedícant te omnes Angeli et Sancti tui. Et laudent te et gloríficent in saecula. Benedícant te coeli, terra, mare, et ómnia quæ in eis sunt. Et laudent te et gloríficent in saecula. Glória Patri, et Fílio, et Spirítui Sancto. Et laudábili et glorióso in saecula. Sicut erat in princípio, et nunc, et semper: et in saecula sæculórum. Amen. Et laudábili et glorióso in saecula. Benedíctus es, Dómine, Deus patrum nostrórum. Et laudábilis et gloriósus in saecula.

Oratio 
V. Dóminus vobíscum.
R. Et cum spiritu tuo.
Orémus.
Deus, qui tribus púeris mitigásti flammas ignium: concéde propítius; ut nos fámulos tuos non exúrat flamma vitiórum.
Per Dominum nostrum Iesum Christum, Filium tuum: qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti Deus, per omnia saecula saeculorum. 
R. Amen.
Lectio Epístolæ beati Pauli Apostoli ad Thessalonicénses: 2 Thess 2:1-8
Graduale 
Ps:79:2-3
Qui regis Israël, inténde: qui dedúcis, velut ovem, Ioseph.
V. Qui sedes super Chérubim, appáre coram Ephraim, Béniamin, et Manásse.
V. Excita, Dómine, poténtiam tuam, et veni: ut salvos fácias nos.
Evangelium: Luc 3:1-6
Offertorium 
V. Dóminus vobíscum. 
R. Et cum spíritu tuo. 
Orémus
Zach 9:9
Exsúlta satis, fília Sion, praedica, fília Ierúsalem: ecce, Rex tuus venit tibi sanctus et Salvátor.
Communio 
Ps 18:6-7
Exsultávit ut gigas ad curréndam viam: a summo coelo egréssio eius, et occúrsus eius usque ad summum eius.
Postcommunio 
S. Dóminus vobíscum.
R. Et cum spíritu tuo.
Orémus.
Quǽsumus, Dómine, Deus noster: ut sacrosáncta mystéria, quæ pro reparatiónis nostræ munímine contulísti; et præsens nobis remédium esse fácias et futúrum.
Per Dominum nostrum Iesum Christum, Filium tuum: qui tecum vivit et regnat in unitate Spiritus Sancti Deus, per omnia saecula saeculorum. 
R. Amen.
Missal Romano Quotidiano – Latim/Português – Edições Paulinas 1959

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de fazer seu comentário, leia: Todo comentário é moderado. Não serão permitidos comentários anônimos sem que contenha a identificação do autor. Comentários ofensivos contra a Santa Madre Igreja não serão aceitos. Comentários de hereges, de pessoas que se dizem ateus, infiéis, de comunistas só serão aceitos se estiverem buscando a conversão e a fuga do erro. De pessoas que defendem doutrinas contra a Verdade revelada, a moral católicas, apoio a grupos ou idéias que ferem, denigrem, agridem,cometem sacrilégios a Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, a Mãe de Deus, seus Anjos, Santos, ao clero, as instituições católicas também não serão aceitos.