Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

sábado, 6 de janeiro de 2018

EPIFANIA: BÊNÇÃO DAS CASAS

20 + Christus + Mansionem + Benedicat + 18
20 + C + M+ B + 18

Por ocasião da Solenidade da Epifania, havia, no antigo Ritual Romano, o louvável costume de abençoar ouro, incenso e mirra, e giz, bem como a casa dos fiéis. 
No Ritual da bênção marcava-se, por cima da porta de casa, do lado exterior, a seguinte inscrição com giz abençoado: 20+C+M+B+18.
O 20 e o 18 representam 2018, o ano em que nos encontramos. O “C M B” representam “Christus Mansionem Benedicat” – Cristo Abençoe esta Casa, e cada letra é intercalada com uma cruz (e a estrela, que lembra a que guiou os Magos).
A sigla CMB também era entendida como representando os três reis magos (sendo que Gaspar é também escrito Caspar) e interpretado como uma forma de receber os magos em nossa casa.
Tradicionalmente esta inscrição deve permanecer até ao Pentecostes.
——-
Segue a Bênção:
Benedictio cretae  
in Festo Epiphaniae 
V/. Adjutorium nostrum in nomine Domini. 
R/. Qui fecit caelum et terram.  
V/. Dominus vobiscum.  
R/. Et cum spiritu tuo. 
Bene + dic, Domine Deus, creaturam istam cretae : ut 
sit salutaris humano generi; et praesta per 
invocationem nominis tui sanctissimi, ut, quicumque ex ea 
sumpserint, vel in ea in domus suae portis scripserint 
nomina sanctorum tuorum  Gasparis, Melchioris et 
Baltassar, per eorum intercessionem et merita, corporis 
sanitatem, et animae tutelam percipiant. Per Christum 
Dominum nostrum.  R/.  Amen. 
Et aspergatur aqua benedicta. 

Créditos a D. Bento Albertin, OSB
Fonte com edições: http://www.padremarcelotenorio.com/2014/01/epifania-antiga-bencao-das-casas-e-a-sagrada-inscricao-nas-portas/

Um comentário:

  1. The Pharisees were a major Jewish sect from the 2d century BC to the 2d century AD. The seeds of Pharisaism were planted during the Babylonian Captivity (587 - 536 BC), and a clearly defined party emerged during the revolt of the Maccabees (167 - 165 BC) against the Seleucid rulers of Judea. The Pharisees were the Law-keepers and promoters of tradition, and the Sadducees comprised the wealthier ruling class.

    The Sadducees were the party of high priests, aristocratic families, and merchants—the wealthier elements of the population. They came under the influence of Hellenism, tended to have good relations with the Roman rulers of Judea, and generally represented the conservative view within Judaism. While their rivals, the Pharisees, claimed the authority of piety and learning, the Sadducees claimed that of birth and social and economic position.

    ResponderExcluir

Antes de fazer seu comentário, leia: Todo comentário é moderado. Não serão permitidos comentários anônimos sem que contenha a identificação do autor. Comentários ofensivos contra a Santa Madre Igreja não serão aceitos. Comentários de hereges, de pessoas que se dizem ateus, infiéis, de comunistas só serão aceitos se estiverem buscando a conversão e a fuga do erro. De pessoas que defendem doutrinas contra a Verdade revelada, a moral católicas, apoio a grupos ou idéias que ferem, denigrem, agridem,cometem sacrilégios a Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, a Mãe de Deus, seus Anjos, Santos, ao clero, as instituições católicas também não serão aceitos.