Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

quarta-feira, 4 de julho de 2018

OS MÍSTÉRIOS SOBRENATURAIS SÃO A NOSSA ÚNICA SALVAÇÃO



"A MINHA GLÓRIA É A DE APRENDER QUE OS MEUS FILHOS COMBATEM POR CRISTO, E QUE AQUELE NO QUAL ACREDITAM, REFORÇA EM NÓS O ZELO E A CORAGEM, A FIM DE ESTAR PRONTOS A DERRAMAR O NOSSO SANGUE PELA FÉ NELE"

Escutemos o Papa Bento XV, num trecho da sua encíclica “Spiritus Paraclitus”, promulgada em 15 de Setembro de 1920:
«Resta-nos, veneráveis irmãos, comemorar os “doces frutos” que São Jerónimo colheu da “semente amarga das Escrituras”, na esperança de que o seu exemplo inflamará o espírito dos sacerdotes e dos fiéis confiados aos vossos cuidados, suscitando neles o desejo de conhecer, e também de participar, na salutar virtude do texto Sagrado. Mas todas essas suaves delícias espirituais que invadem o ânimo do piedoso anacoreta, preferimos que vós as aprendais, por assim dizer, da sua própria boca, antes que de nós. Ouvi, portanto, em que termos ele fala desta ciência Sagrada, a Paulino, seu irmão, companheiro e amigo:” Peço-te, irmão caríssimo, VIVER NO MEIO DESSES MISTÉRIOS, MEDITÁ-LOS, NADA MAIS CONHECER E SABER, NÃO TE PARECE QUE ISSO SEJA JÁ O PARAÍSO NA TERRA?”
Diga-me – pergunta Jerónimo à sua discípula Paula: “O QUE TE É MAIS SANTO DO QUE ESSE MISTÉRIO? O QUE TE É MAIS SANTO DO QUE ESSE PRAZER? QUE ALIMENTO, QUE MEL MAIS DOCE DO QUE CONHECER OS DESÍGNIOS DE DEUS, DE SER ADMITIDO NO SEU SANTUÁRIO, DE PENETRAR NO PENSAMENTO DO CRIADOR, E NAS PALAVRAS DO SEU SENHOR, QUE OS DOUTOS DESTE MUNDO DESDENHAM E QUE SÃO REPLETAS DE SABEDORIA ESPIRITUAL? DEIXEMOS QUE OS OUTROS GOZEM DE SUAS RIQUEZAS, TOMEM EM UMA TAÇA ORNADA DE PEDRAS PRECIOSAS, OSTENTEM SETE BRILHANTES, ALIMENTEM-SE DOS APLAUSOS DA MULTIDÃO, SEM QUE A VARIEDADE DOS PRAZERES ARRISQUE EM EXAURIR OS SEUS TESOUROS. AS NOSSAS DELÍCIAS CONSISTIRÃO, AO INVÉS, EM MEDITAR DIA E NOITE A LEI DO SENHOR, EM BATER À PORTA NA EXPECTATIVA DE QUE SE ABRA, EM RECEBER A MÍSTICA DOAÇÃO DO PÃO DA TRINDADE, EM CAMINHAR, GUIADOS PELO SENHOR, SOBRE AS VAGAS DA VIDA.” (epístola 30 a Paula, 13; PL 22,444. Cf Sl 1,2) (…)
Na verdade, cada página da Escritura, dos dois Testamentos, era para ele a glorificação da Igreja de Deus. Quase todas as mulheres célebres e virtuosas, que no Antigo Testamento são lembradas com honra, não são por acaso por serem a imagem desta Esposa Mística de Cristo? O sacerdote e os sacrifícios, os ritos e as solenidades, e quase todos os factos reportados no Antigo Testamento não lhe constituem, por acaso, a sombra? E o facto de que se acha divinamente realizado na Santa Igreja assim tão grande número de promessas, dos Salmos e dos Profetas? Enfim, ele próprio Jerónimo, não conhecia, talvez pelo anúncio que tinham feito Nosso Senhor e os Apóstolos, OS INSIGNES PRIVILÉGIOS DESTA IGREJA? Como seria possível que a ciência das Escrituras não tivesse inflamado o coração de Jerónimo pelo amor, cada dia mais ardente, da Esposa de Cristo?(…)
Em S. Jerónimo os heréticos odeiam o que não cessa de atacá-los, e os clérigos aquele que desaprova a sua vida e as suas culpas. Mas todos os homens virtuosos, sem excepção, amam-no e admiram-no. Esse ódio dos heréticos e dos malvados fez Jerónimo sofrer muito, sobretudo quando os Pelagianos irromperam pelo Mosteiro de Belém e o saquearam; mas S.Jerónimo suportou de bom ânimo todas as ofensas e todos os ultrajes, nunca perdendo a coragem, como aquele que não hesita em morrer em defesa da Fé Cristã. ” A MINHA GLÓRIA – escrevia ele a Aprónio – É A DE APRENDER QUE OS MEUS FILHOS COMBATEM POR CRISTO, E QUE AQUELE NO QUAL ACREDITAM, REFORÇA EM NÓS O ZELO E A CORAGEM, A FIM DE ESTAR PRONTOS A DERRAMAR O NOSSO SANGUE PELA FÉ NELE… AS PERSEGUIÇÕES DOS HERÉTICOS ARRUINARAM DE ALTO A BAIXO O NOSSO MOSTEIRO, QUANTO ÀS SUAS RIQUEZAS MATERIAIS, MAS A BONDADE DE JESUS CRISTO CUMULOU-O DE RIQUEZAS ESPIRITUAIS. É MELHOR NÃO TER PÃO PARA COMER DO QUE PERDER A FÉ”

A maior prova do eclipse total da Santa Madre Igreja, cujas nomenclatura, instituições e funções foram usurpadas pela maçonaria internacional, reside na definitiva extinção daquela Voz Sobrenatural que nos instruía e nutria a alma, pela acção do seu Magistério infalível, do Santo Sacrifício da Missa, verdadeiro pára-raios da justiça Divina, bem como dos santos Sacramentos. Essa Voz Sagrada calou-se! Mas para dar lugar à verborreia naturalista do inimigo de Deus e dos homens, que nos fala apenas do mundo e dos direitos humanos, e sempre numa perspectiva o mais rasteira possível. Exactamente porque o que especifica a identidade da Santa Madre Igreja, aquilo que a torna essenciamente diferente e infinitamente superior a todas as instituições passadas, presentes e futuras, SÃO PRECISAMENTE OS MISTÉRIOS SOBRENATURAIS; OS QUAIS NÃO NEGAM A INTELIGÊNCIA HUMANA E ANGÉLICA, POIS SUPERAM-NAS INFINITAMENTE.

Numa ordem estritamente natural, que nunca existiu, não haveria pròpriamente Mistérios Sobrenaturais, mas sim mistérios da natureza, visto que o homem não seria chamado a contemplar Sobrenaturalmente a Deus, mas apenas a conhecê-l’O a amá-l’O naturalmente. Jamais se poderia conhecer, nessa ordem, o Mistério da Santíssima Trindade, e não haveria o Mistério da Encarnação. Após a morte, os homens bons gozariam de uma imortalidade e felicidade natural, semelhante à do limbo, e não haveria ressurreição final, nem castigo positivo no Inferno para os maus, sòmente o verme do remorso Eterno.

Os Mistérios Sobrenaturais encontram a sua razão de ser nesta realidade maravilhosa de que Deus, permanecendo, metafìsicamente, infinitamente longe dos homens, haver desejado unir-Se a eles, ontològicamente, em primeiro lugar pelos Mistérios da Encarnação e da Eucaristia, mas também pelo Mistério da Graça Santificante e dos Dons do Espírito Santo, pelas Virtudes Sobrenaturais, Teologais e Morais. TUDO PARA FAZER OS HOMENS PARTICIPAR, ACIDENTAL MAS REALMENTE, DA SUA NATUREZA DIVINA, DA SUA SANTIDADE, DA SUA INTELIGÊNCIA E DA SUA VONTADE.

A Revelação Sobrenatural – a qual culmina eficazmente na Encarnação do Verbo de Deus, no Seu Santíssimo Magistério, no Seu Santíssimo Sacrifício da Cruz, renovado incruentamente nos Altares – permite conhecer a Deus, mas também permite conhecer o homem, a sua reacção, boa ou má, à intervenção positiva de Deus na História humana para o corrigir, santificar e salvar; permite conhecer a pedagogia Divina na elevação Sobrenatural dos homens, sem olvidar que a Lei Eterna é absolutamente imutável e irrevogável. Os Mistérios Sobrenaturais santificam o homem fazendo-o crescer no conhecimento e amor de Deus; cumpre sempre recordar que primàriamente, Deus criou o mundo para Sua maior Glória extrínseca, para manifestar fora de Si, finitamente, as perfeições que em Si detém; secundàriamente Deus, ao criar, teve em vista a felicidade Sobrenatural da criatura espiritual, mas este último objectivo encontra-se essencialmente subordinado ao primeiro.

A adoração dos Mistérios Sobrenaturais, SÓ DEUS NO-LA PODE CONCEDER, GRATUITAMENTE, POR PURA BONDADE.

Todas as falsas religiões e seitas, hoje como ontem, não possuem, em absoluto, Mistérios Sobrenaturais, por isso veículam um PENSAMENTO HUMANO, e jamais um PENSAMENTO DIVINO que é apanágio da Santa Igreja Católica. Consequentemente, todos os heréticos, pagãos, muçulmanos e maçons, se unem sempre que se trata de combater a Santa Madre Igreja – A TERRA EM REVOLTA CONTRA O CÉU. Tal explica também perfeitamente como a amaldiçoada seita conciliar, ACEITA TUDO, TUDO MENOS A VERDADE E O BEM, E PORTANTO SÓ TEM UM VERDADEIRO INIMIGO – QUE É A TRADIÇÃO CATÓLICA!

É conhecido como Karol Wojtyla (João Paulo II), debaixo de fortes aparências cristãs, desenvolve um pensamento, que bem aprofundado, vem a averiguar-se ser estritamente naturalista e panteizante, HUMANO, TERRENO, A UMA DISTÂNCIA INFINITA DO PENSAMENTO DIVINO, e arruinando a curto prazo a própria razão natural. Este falso papa é tanto mais perigoso, quanto faz perder a Fé às almas, subliminalmente, SEM QUASE DAREM POR ISSO.

NENHUM PENSAMENTO HUMANO E TERRENO PODE SALVAR UMA SÓ ALMA. NENHUMAS BOAS ACÇÕES PRATICADAS SÓ NA ORDEM NATURAL PODEM SALVAR SEJA QUEM FOR. A própria Filosofia não pode salvar ninguém se antes dela não habitarem as virtudes Teologais e Morais e a Graça Santificante. Certamente, só quem possui os Dons Sobrenaturais pode compreender bem a filosofia quase canonizada pela Santa Madre Igreja, que é a Tomista; pois que esta é virtualmente revelada e objecto secundário da Infalibilidade da Santa Madre Igreja, pois constitui a expressão puramente intelectual e extrínseca do Dogma. Consequentemente, esta filosofia não se pode considerar como pensamento puramente humano, embora possua plena autonomia extrínseca na Ordem Natural. Porque os grandes sages que chegaram a ela, lograram assim proceder, PORQUE ESTAVAM ILUMINADOS POR UM ORGANISMO SOBRENATURAL, QUE EXTRÌNSECAMENTE, LHES APROFUNDAVA A INTELIGÊNCIA NATURAL. São Tomás de Aquino, distingue, mas não separa, a Teologia da Filosofia, na exacta medida em que é precioso o concurso da Filosofia como arma apologética, e constitui uma suplementar e eficacíssima barreira contra os erros e heresias que acaso se possam infiltrar na vinha do Senhor, dado que proporciona uma evidência EXTRÍNSECA dos Mistérios Sobrenaturais, evidência essa que NÃO DESTRÓI O MISTÉRIO, mas que o hierarquiza como superior e não contrário à inteligência criada, estabelecendo definitivamente a plena razoabilidade da Fé Católica, como ficou dito. Assinale-se que essa razoabilidade NÃO EXISTE nas outras ditas religiões e seitas, nomeadamente no Islão, em que o demoníaco e absurdo teológico e moral, se associa à demencial ofensa à beleza natural da inteligência. Mais um argumento da luta das potências do Inferno contra a Fé Católica. Efectivamente, constitui igualmente missão da Santa Madre Igreja defender, interpretar e declarar, o Direito Natural, o qual nunca pode ser desmentido pela Ordem Sobrenatural, MAS SÓ INFINITAMENTE ELEVADO E APERFEIÇOADO. Daí que o real poder temporal da Santa Madre Igreja se conceba sempre subordinado ao Poder Sobrenatural. E é esta também a razão profunda que explica porque é que a profissão positiva de uma doutrina filosófica errada – OBLITERA A FÉ TEOLOGAL! É que a Verdade Sobrenatural só pode ser edificada sobre a Verdade Natural. Nem com isto se quer afirmar que para receber os Bens Sobrenaturais seja necessário estabelecer primeiro, positivamente, os naturais; mas não podemos colocar, positivamente, os anti-naturais. Devemos procurar, antes de tudo, o Reino de Deus e sua Justiça; mas se estivermos, POSITIVAMENTE, envenenados por uma doutrina filosófica errada, teremos primeiro que a corrigir. O contrário também é verdade: Ao renegarmos e apostatarmos dos Mistérios Sobrenaturais a parte natural do nosso ser, da nossa inteligência, da nossa vontade, permanece igualmente gravemente afectada; e isso é bem ostensivo nos heresiarcas da seita conciliar que frequentemente são incapazes de articular ordenadamente um simples raciocínio.

Existe um paralelismo extrínseco entre a Ordem Sobrenatural e a Ordem Natural; tal paralelismo é intrìnsecamente conforme à Verdade e ao Bem Absoluto e Incriado, não resulta de um capricho Divino. A nós cumpre governar Sobrenaturalmente esse paralelismo, se pretendermos, na nossa vida, irradiar uma sageza realmente digna de filhos de Deus.

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa 1 de Julho de 2018
Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de fazer seu comentário, leia: Todo comentário é moderado. Não serão permitidos comentários anônimos sem que contenha a identificação do autor. Comentários ofensivos contra a Santa Madre Igreja não serão aceitos. Comentários de hereges, de pessoas que se dizem ateus, infiéis, de comunistas só serão aceitos se estiverem buscando a conversão e a fuga do erro. De pessoas que defendem doutrinas contra a Verdade revelada, a moral católicas, apoio a grupos ou idéias que ferem, denigrem, agridem,cometem sacrilégios a Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, a Mãe de Deus, seus Anjos, Santos, ao clero, as instituições católicas também não serão aceitos.