Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

19/07/2021

Se a Missa Tridentina é insignificante, do que tememos nela?

"In spiritu humilitatis et in animo contrito suscipiamur a te, Domine: et sic fiat sacrificum nostrum in conspectu tuo hodie, ut placeat tibi, Domine Deus."

Se ela não serve para o povo, por que deve sofrer tantas restrições?

Se ela não produz os frutos que se espera, qual o motivo para proibir sua celebração?

É que não há como negar: ou se mente, ou se confessa a verdade. Se alguém quiser negar os frutos da Missa Tridentina terá de mentir. Ou então, confessar que os frutos bons que dela vem, são de fato contrários aos planos de destruição da fé católica.

Não há como negar: a Missa Tridentina encheu os conventos, as igrejas, os seminários. A Missa Tridentina fez espalhar pelo mundo outra vez a voz da Igreja, Mãe e Mestra da Verdade, ao ensinar e celebrar sem equívocos ou dualidades, a clareza da nossa fé, revelada por Jesus Cristo.

Um dia alguém disse: essa Missa não serve mais. E hoje somos obrigados a constatar: ela permanece necessária! Sem ela, e tudo o que dela vem, a sociedade católica (se é que ainda desejamos que nossa sociedade tem o rosto de Deus) desaba.

O silêncio da missa Tridentina está fazendo surgir novos monges. A sacralidade da missa Tridentina está fazendo surgir novas vocações sacerdotais. A beleza da missa Tridentina está reconstruindo a sociedade familiar.

A Eucaristia é a fonte da moral da Igreja. "Aquele que comer a minha carne, viverá por mim". Uma Eucaristia bem celebrada, segundo a clareza da fé, sem equívocos algum, faz com que quem se alimenta da Eucaristia, viva uma moral clara e sem equívoco. Comer a Carne do Cristo e viver por Ele. E a Missa Tridentina, sendo tão clara, sem equívoco algum, produz frutos claros, sem equívoco algum! E os frutos são bons: seminários e conventos cheios, vida espiritual profunda, clareza na fé e no ensinamento, fidelidade a Igreja e ao seu Magistério, famílias numerosas, jovens buscando a santidade, a modéstia, a recorrência dos fiéis aos sacramentos, conversões inumeráveis, etc etc etc.

Uma árvore é conhecida por seus frutos. Frutos bons vem de árvores boas. Nenhuma árvore má dá bons frutos. A Missa Tridentina dá bons frutos: de qual deles temos medo?

Deus nos ajude! Deus nos ajude!

- Padre Lucas Altmayer, IBP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de fazer seu comentário, leia: Todo comentário é moderado. Não serão permitidos comentarios sem a identificação do autor ou caso seja enviado sem a origem, só será aceito se, no corpo do texto, houver o nome completo do autor. Comentários ofensivos contra a Santa Madre Igreja não serão aceitos. Comentários de hereges, de pessoas que se dizem ateus, infiéis, de comunistas só serão aceitos se estiverem buscando a conversão e a fuga do erro. De pessoas que defendem doutrinas contra a Verdade revelada, a moral católica, apoio a grupos ou idéias que ferem, denigrem, agridem, cometem sacrilégios a Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, a Mãe de Deus, seus Anjos, Santos, ao clero, as instituições católicas também não serão aceitos. Reservo o direito de publicar os comentários que julgar pertinente.