Seja por sempre e em todas partes conhecido, adorado, bendito, amado, servido e glorificado o diviníssimo Coração de Jesus e o Imaculado Coração de Maria.

Nota do blog Salve Regina: “Nós aderimos de todo o coração e com toda a nossa alma à Roma católica, guardiã da fé católica e das tradições necessárias para a manutenção dessa fé, à Roma eterna, mestra de sabedoria e de verdade. Pelo contrário, negamo-nos e sempre nos temos negado a seguir a Roma de tendência neomodernista e neoprotestante que se manifestou claramente no Concílio Vaticano II, e depois do Concílio em todas as reformas que dele surgiram.” Mons. Marcel Lefebvre

Pax Domini sit semper tecum

Item 4º do Juramento Anti-modernista São PIO X: "Eu sinceramente mantenho que a Doutrina da Fé nos foi trazida desde os Apóstolos pelos Padres ortodoxos com exatamente o mesmo significado e sempre com o mesmo propósito. Assim sendo, eu rejeito inteiramente a falsa representação herética de que os dogmas evoluem e se modificam de um significado para outro diferente do que a Igreja antes manteve. Condeno também todo erro segundo o qual, no lugar do divino Depósito que foi confiado à esposa de Cristo para que ela o guardasse, há apenas uma invenção filosófica ou produto de consciência humana que foi gradualmente desenvolvida pelo esforço humano e continuará a se desenvolver indefinidamente" - JURAMENTO ANTI-MODERNISTA

____

Eu conservo a MISSA TRADICIONAL, aquela que foi codificada, não fabricada, por São Pio V no século XVI, conforme um costume multissecular. Eu recuso, portanto, o ORDO MISSAE de Paulo VI”. - Declaração do Pe. Camel.

____

Ao negar a celebração da Missa Tradicional ou ao obstruir e a discriminar, comportam-se como um administrador infiel e caprichoso que, contrariamente às instruções do pai da casa - tem a despensa trancada ou como uma madrasta má que dá às crianças uma dose deficiente. É possível que esses clérigos tenham medo do grande poder da verdade que irradia da celebração da Missa Tradicional. Pode comparar-se a Missa Tradicional a um leão: soltem-no e ele defender-se-á sozinho”. - D. Athanasius Schneider

"Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado".- São Francisco de Sales

“E eu lhes digo que o protestantismo não é cristianismo puro, nem cristianismo de espécie alguma; é pseudocristianismo, um cristianismo falso. Nem sequer tem os protestantes direito de se chamarem cristãos”. - Padre Amando Adriano Lochu

"MALDITOS os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável SALVADOR seja posto lado a lado com Buda e Maomé em não sei que panteão de falsos deuses". - Padre Emmanuel

“O conteúdo das publicações são de inteira responsabilidade de seus autores indicados nas matérias ou nas citações das referidas fontes de origem, não significando, pelos administradores do blog, a inteira adesão das ideias expressas.”

11/04/2022

A marca da besta já está entre nós?


"Todos os que vivem uma vida apartada de Deus, obstinados no pecado, não tenham dúvidas: possuem a marca do demônio em sua alma"

Imagem sem créditos na internet. 

Paulo Roberto Oliveira dos Santos

Para você que estava esperando a introdução de um chip dentro de seu corpo para finalmente decidir lutar com toda sua força e fé contra a marca da besta, lamento dizer, mas você já perdeu a guerra. Desde o advento da internet, e com o avanço das tecnologias de comunicação e informação, o controle sobre a vida dos indivíduos se torna cada vez mais sofisticado, e se dá, entre outras coisas, através da leitura do padrão de consumo, que envolve comprar e vender.

Antes de prosseguir, é necessário dizer que a principal marca, isto é, o que distingue aquele que serve ao demônio, é o pecado. Como ensina São Luís Maria Grignion de Montfort, há duas gerações de pessoas na face da Terra: os que servem ao demônio através do pecado e os que servem a Deus através de Nossa Senhora. Todos os que vivem uma vida apartada de Deus, obstinados no pecado, não tenham dúvidas: possuem a marca do demônio em sua alma.

Dito isto, vamos à fonte: São João Evangelista fala, no livro do Apocalipse que “[...] todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, tivessem um sinal na mão direita e na fronte, e que ninguém pudesse comprar ou vender, se não fosse marcado com o nome da Fera, ou o número de seu nome” (Apocalipse 13: 16-17). Ou seja, há algo que marca o domínio da fera, da besta, do demônio sobre a vida das pessoas e que está relacionado com o que se compra e o que se vende. Pois não basta a disseminação do pecado: é necessário a criação de caminhos para a perdição das almas e o controle profundo das vidas das pessoas para que trilhem este caminho de perdição.

De fato, a sobrevivência das pessoas se dá através do que se compra e vende, através das trocas, das interações que são feitas com o fim de garantir aquilo que é básico para o ser humano, do ponto de vista material: comida, roupas, habitação. Nessa linha, se há uma forma relativamente fácil de exercer um controle cada vez mais profundo na vida de uma pessoa, isso se dá especialmente com o controle das formas e possibilidades de comprar e vender.

Ora, com os cartões magnéticos, as transferências eletrônicas, as compras e vendas pela internet, os mega e meta capitalistas, donos das grandes corporações, tem a possibilidade de conhecer você melhor do que você gostaria, talvez em nível de intimidade mais profundo do que você permitiria.

Some-se a isso as informações que você fornece nas redes sociais, o que você curte, o que você comenta, o que você escreve, quem você segue, o que você posta; todos estes dados permitem que os algoritmos tracem um perfil que torna possível identificar se você é desejável ou não para esse novo mundo que tentam construir desde o fim da Cristandade. E aqueles que não são desejáveis ou desejados, tem sido cancelados, perseguidos, bloqueados, expulsos. O drama é que algumas pessoas tem exclusivamente nos meios digitais sua forma de sobrevivência, isto é, seu meio de trabalho para comprar e vender aquilo de que necessitam para viver. Aliás, na atualidade, quem não se utiliza dos meios eletrônicos e digitais para fazer a imensa maioria de suas atividades diárias, sejam pessoais ou profissionais?

Desta forma, as tecnologias de informação e comunicação tem cumprido uma função de controle intenso das vidas das pessoas, de forma que, assim como atualmente algumas redes sociais te sugerem novos amigos ou seguidores a adicionar, em breve aplicativos poderão sugerir o tipo de comida, o tipo de roupa, o tipo de transporte, o tipo de leitura, o tipo de curso; em seguida, poderão exigir que você adquira aquilo que está sendo recomendado - momento em que não será mais sugestão e sim imposição -, e caso você não aceite, será banido das redes. Assim, suas possibilidades de compra e venda e, consequentemente, de sobrevivência, serão bastante limitadas. Será exagero? Será teoria da conspiração? Então observe a imposição de compartilhamento de dados que está sendo exigida para que você continue a utilizar certo serviço; observe o cerceamento da liberdade de expressão que diversas pessoas estão sofrendo nas redes, chegando inclusive ao banimento, sofrido principalmente por pessoas contrárias ao globalismo, ao progressismo.

Talvez você pense que algumas destas pessoas até mereceram, porque extrapolaram os limites do bom senso e desrespeitaram as regras de uso das redes das quais foram expulsos ou pelas quais foram censurados. Se você pensa assim, admite, ainda que implicitamente, que nem tudo é permitido, que a liberdade pressupõe responsabilidade e o convívio humano exige um nível adequado de limites. Ora, o dirigismo de pensamento, de padrão de conduta e de expressão não deveria também ter um justo limite? E por mais que o dirigismo seja dramático, não é o seu excesso o principal problema, mas o caminho para o qual boa parte das pessoas está sendo dirigida.

Enfim, para aqueles que servem ao demônio, não bastava a disseminação do pecado pelo mundo: era necessário recriar uma sociedade pagã, que cultua o pecado, e um sistema de controle social que impõe o pecado como única possibilidade de realização pessoal. Ao nos marcar com nossos logins de acesso a quase tudo que fazemos na atualidade, estes que hoje nos dirigem, em breve nos controlarão, sejamos pequenos ou grandes, ricos ou pobres; mas quando conseguirem isso, já não haverá mais livres: até mesmo aqueles que pensam ser livres, serão escravos.

E não nos enganemos: o objetivo disso tudo não é te impedir de comprar e vender, não é cercear sua liberdade de ir e vir, de se expressar, de escolher como deseja viver. Estes são meios de chegar ao objetivo maior, que é tomar o lugar de Deus, de sua Santa Igreja, ou seja, assumir a posição de diretor de sua vida, de orientador de suas atividades, de legislador de sua conduta. Se não puderem se utilizar destes meios para fazer você entregar sua alma a este neopaganismo reinante na atualidade, então farão você morrer à míngua, na expectativa de que você blasfeme contra Deus e perca sua alma. Aliás, é isso que move a ação demoníaca: a perdição das almas.

Por esta razão, é necessário que o ser humano sirva a Deus através de Nossa Senhora. Fazer-se servo de Deus, pelas mãos de Nossa Senhora, é o meio mais perfeito para alcançar a santidade e a salvação das almas.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar a postagem, leia: Todo comentário é moderado. Comentários sem a identificação do autor, sua origem via link ou que não tenha o nome de emitente no corpo do texto, podendo ser publicado se julgar o assunto tratado pertinente. Todo e qualquer comentário só será publicado se não ferir nenhuma das diretrizes do blog, o qual reserva o direito de publicar ou não qualquer comentário, bem como de excluí-lo futuramente. Comentários ofensivos contra a Santa Madre Igreja não serão aceitos. Comentários de hereges, de pessoas que se dizem ateus, infiéis, de comunistas só serão aceitos se estiverem buscando a conversão e a fuga do erro. De indivíduos que defendem doutrinas contra a Verdade revelada, contra a moral católica, de apoio a grupos ou ideias que contrários aos ensinamentos da Igreja, ao catecismo do Concílio de Trento, ferem, denigrem, agridem, cometem sacrilégios a Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, a Mãe de Deus, seus Anjos, Santos, ao clero, as instituições católicas, a Tradição da Igreja, também não serão aceitos. Apoio a indivíduos contrários a tudo isso, incluindo ao clero modernista, só será publicado se tiver uma coerência e não for qualificado como ofensivo, propagador do modernismo, do sedevacantismo, do protestantismo, das ideologias socialistas, comunistas e modernistas, da maçonaria e do maçonismo, bem como qualquer outro tópico julgar impróprio. Alguns comentários podem ser respondidos via e-mail, postagem de resposta no blog, resposta do próprio comentário ou simplesmente não respondido. Reservo o direito de publicar, não publicar e excluir os comentários que julgar pertinente. Para mensagens particulares, dúvidas, sugestões, inclusive de sugestões de publicações, elogios e reclamações, pode ser usado o quadro CONTATO no corpo superior do blog versão web. Obrigado! Adm do blog.